Operação combate fraudes contra o INSS em Caxias e Coelho Neto

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (29), a Operação Hamartia, com a finalidade de reprimir fraudes contra o INSS no Estado do Maranhão.

A operação foi realizada pela Delegacia de Polícia Federal de Caxias/MA, com a colaboração da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) do Ministério do Trabalho e Previdência.

A investigação teve início em 2020, e levou à identificação de um esquema criminoso integrado por pelo menos 07 agenciadores, responsáveis por cooptar pessoas com a promessa de concessão de benefícios de aposentadoria por idade e pensão por morte de forma mais célere, além de 02 servidores do INSS, responsáveis pela concessão ilegal dos benefícios.

Os agenciadores, além da função de cooptação de pessoas, também são proprietários de empresas especializadas em empréstimos financeiros e, logo após a concessão ilegal do benefício, realizavam empréstimos consignados no nome dos beneficiários, obtendo assim uma quantia significativa de forma mais rápida.

No total, 60 (sessenta) policiais federais cumpriram 20 (vinte) mandados judiciais, sendo 7 (sete) de prisão temporária e 13 (treze) de busca e apreensão nas cidades de Coelho Neto/MA e Teresina/PI. Também foi determinado o bloqueio de contas bancárias dos envolvidos, o sequestro de bens e valores de origem criminosa, além do afastamento dos servidores do INSS do exercício de suas funções.

O prejuízo inicialmente identificado com a concessão de oitenta e oito benefícios, aproxima-se de R$ 2,9 milhões. A economia proporcionada com a futura suspensão dos benefícios, considerando-se a expectativa de sobrevida projetada pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), gira em torno de R$ 27,8 milhões.

Os envolvidos estão sendo investigados pela prática dos crimes de Associação Criminosa, Estelionato qualificado, Falsidade Ideológica, Uso de
Documento Falso, Corrupção Passiva e Corrupção Ativa, todos do Código Penal Brasileiro, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a quarenta e três anos e oito meses de prisão.

Fotos: Divulgação

Publicidade

Capitania dos Portos libera ferry José Humberto e garante segurança

A Capitania dos Portos do Maranhão divulgou nota, na noite desta terça-feira (28), autorizando a circulação do ferry boat José Humberto, na travessia entre São Luís e Cujupe.  Pela manhã, o ferry José Humberto fez a primeira viagem sob a supervisão da Capitania dos Portos e MOB.

Segundo a Capitania dos Portos,  todas as pendências de ordem material e documental que impediam a circulação da embarcação foram sanadas.

Ainda segundo a nota, a embarcação possui condições seguras para operar no transporte de veículos e passageiros, no trajeto  Ponta da Espera – Cujupe – Ponta da Espera.

Veja a nota na íntegra:

“A Marinha do Brasil (MB) informa que as pendências de ordem material e documental que impediam a operação do Ferry boat “José Humberto” foram sanadas. Após inspeção sob as Normas da Autoridade Marítima, foi constatado que a referida embarcação possui condições seguras para operar no transporte de veículos e passageiros no trajeto Ponta da Espera x Cujupe x Ponta da Espera.

Sabendo da importância da utilização dos Ferry Boat pela sociedade, a Marinha do Brasil reforça que todas as medidas tomadasvisam garantir a segurança da navegação e a salvaguarda da vida humana no mar”.

Foto: Divulgação

Publicidade

Festas para São João e São Marçal marcam tradição junina do Maranhão


O público devoto de São Pedro e amante da tradição cultural de festejar o santo com cultura e muito bumba meu boi no Largo de São Pedro, vai participar de uma festa em um espaço totalmente reformado. Templo sagrado do catolicismo e do bumba meu boi do Maranhão, a Capela de São Pedro foi entregue à comunidade no fim do ano passado reformada. E após dois anos sem a festividade, o público estará de volta para reverenciar com religiosidade e tradição cultural.

O Largo da Capela de São Pedro, localizado na Madre Deus, há 80 anos é o palco de um dos principais encontros de grupos de bumba meu boi, o Festejo de São Pedro.

A Festa de São Pedro ocorre todos os anos na madrugada do dia 28 para o dia 29 de junho, reunindo milhares de brincantes de bumba meu boi, além de fiéis ao santo. Os brincantes, em geral, finalizam suas apresentações na Capela de São Pedro, já no fim da noite do dia 28 para amanhecer recebendo as bênçãos do santo. A ladeira e as escadas da Capela de São Pedro tornam-se ponto de encontro dos diversos ‘sotaques’ do bumba meu boi. Na ladeira, fiéis, devotos e brincantes se misturam em fé, religiosidade e festa.

“Este ano, o público, saudoso pela festa de São Pedro, poderá matar as saudades da festa, em um espaço que foi totalmente reformado, tanto a Capela quanto a área que faz parte do complexo do Largo de São Pedro. Então, este que é o maior São João do Brasil, também será a maior festa de São Pedro, feita pelo povo para o povo”, disse o secretário de Estado da Cultura, Paulo Victor.

A festa de São Pedro tem apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, e neste dia 28, às vésperas do Dia de São Pedro, a programação do Largo Cultural começa às 21h, com as apresentações dos grupos: Boi da Pindoba, Boi de Itapera de Icatu, Boi de Guimarães, Boi Brilho da Sociedade de Cururupu e Boi Barrica.

São Marçal: festa e fé – E no dia 30 de junho acontece o grande encontro de bois de matraca no João Paulo. A tradicional Festa de São Marçal, que em 2022 completa 95 anos, já está com quase tudo pronto para esperar brincantes de bumba meu boi, turistas e os donos da festa, os grupos de bumba meu boi. A festa tem apoio do governo do Estado.

Mesmo com uma jornada exaustiva dos grupos de bumba meu boi, eles encontram resistência para render as homenagens ao santo. Muitos deles atravessam a noite para amanhecer na avenida São Marçal, e só saem depois que desfilam. É o caso do Boi de Maracanã, que disse que vai chegar cedo na avenida.

“O mês de junho está sendo uma trajetória boa, incrível, com nosso batalhão. E a gente mais uma vez vai para a festa de São Marçal, como acontece desde que sou criança e já acompanhava meu pai”, disse Ribinha do Maracanã, filho do amo de boi Humberto do Maracanã.

Segundo o coordenador-geral da festa, Carlos André Costa Teixeira, cerca de 36 bois são esperados na edição deste ano, que fará homenagem ao senhor Mábio Frazão, que por muitos anos foi o organizador da festa.

“Temos o apoio de todas as secretarias estaduais, municipais. Nós temos um grande parceiro este ano, além do governador Carlos Brandão, o governo do Estado e a Secretaria de Cultura, que é o Exército Brasileiro, que nos disponibilizou espaços onde vão ficar o posto de saúde, viaturas do Corpo de Bombeiros, do Samu, brigadistas. Teremos o caldinho de feijão para distribuir para o povão, a Polícia Militar estará presente, o governo do Estado está apoiando com palco, som, infraestrutura, então, estamos prontos”, disse.

Em sua 95ª edição, a Festa de São Marçal é uma iniciativa espontânea dos grupos, e desde 2015 conta com o apoio do governo do Maranhão, que oferece palco, som e segurança para o encontro.

Embora a Festa de São Marçal seja tradicionalmente a que encerra o período junino, no Maranhão, o encerramento do maior São João do Brasil será apenas no dia 31 de julho, com apresentações em diversos arraiais da ilha. Confira a programação nas redes sociais da Secma, ou pelo aplicativo São João do Maranhão.

Foto: Divulgação

Publicidade

Capelli diz que bandidos espalharam vídeo falso para criar pânico

O secretário de Comunicação do Maranhão, Ricardo Capelli, rebateu a informaçào que circulou pela manhã após a divulgação de um vídeo que classificou como fake news danto conta de problemas no ferry boat José Humberto que começou a circular nesta terça-feira (28).

Segundo Capelli, bandidos espalharam vídeo falso.para criar pânico na população.

“A viagem no ferry José Humberto, liberado pela Capitania dos Portos, foi um sucesso e absolutamente tranquila. Bandidos estão espalhando um vídeo falso para tentar criar pânico na população. Estes criminosos serão identificados e processados”, destacou.

“Quem esteve no Terminal do Cujupe fazendo politicagem? Quem fez de tudo para sabotar a circulação de novos barcos? São os mesmos inimigos do povo que agora espalham vídeos falsos. Bandidos. Serão identificados, processados e derrotados nas urnas”, acrescentou Cappelli.

Foto: Divulgação

Publicidade

Flávio Dino elogia Eliziane por assinar CPI e manda duro recado

O ex-governador do Maranhão e pré-candidato ao Senado, Flávio Dino (PSB), parabenizou a senadora Eliziane Gama (Cidadania) por ter assinado o pedido para a criação da  CPI do MEC no Senado.

A CP vai investigar a atuação de pastores que teriam cobrado pagamento de propina por prefeitos para liberação de recursos da Educação.

Flávio Dino também mandou um duro recado aos outros dois senadores maranhenses Weverton Rocha (PDT) e Roberto Rocha (PTB) que não assinaram o requerimento.

“Parabenizo a senadora do Maranhão Eliziane Gama que assinou a CPI para investigar roubalheiras no Ministério da Educação. Lamento pelos que são sócios ou cúmplices de ladrões de dinheiro federal de Merenda Escolar, ônibus escolares etc”, afirmou Flávio Dino.

Foto: Reprodução

Publicidade

Sérgio Frota volta a criticar ausência de público nos jogos do Sampaio

O presidente do Sampaio, Sérgio Frota voltou criticar a ausência dos torcedores nos jogos do clube no Estádio Castelão, pelo Campeonato Brasileiro Série B.

Ontem, pouco mais de 1.300 torcedores (entre pagantes e sócios) acompanharam a vitória do Sampaio por 2 a 0, contra o CSA-AL.

Como tem feito após todos os jogos em São Luís, Sérgio Frota reclamou do torcedor tricolor.

“Pena que continuamos a não contar com a presença da torcida que parece não entender a importância de ter o seu time na elite do futebol brasileiro, nas condições completamente adversas do futebol maranhense. Agradecemos aos 1.300 torcedores raízes que estiveram presentes ao Castelão e não se limitam a redes sociais”, afirmou.

O Sampaio e o seu torcedor nunca falaram a mesma linguagem. A torcida quer time bom para ir ao estádio. O clube quer o torcedor no estádio para arrecadar mais e ter uma equipe competitiva, por isso a conta não fecha. Uma coisa é certa, o público é pequeno mesmo.

Mas o que Sërgio Frota não entende é que o torcedor daqui é “modinha” e só vai em grandes jogos. Mesmo quando o Sampaio decidiu a Copa do Nordeste contra o Bahia, o público decepcionou… Vocês vão ver o público do jogo entre Sampaio e Vasco, no próximo dia 16 de julho.

Além disso é evidente o desgaste do dirigente que muitas vezes se troca com o torcedor por conta de críticas e as sucessivas postagens cobrando torcedores nas redes sociais só afastam mais.

E do jeito que as coisas estào nem adianta mais de agora em diante mudar de postura e começar a elogiar o torcedor, pois o marketing do Sampaio está desgastado e o presidente do clube é o grande responsável….

Foto: Ronald Felipe

Publicidade

Fiema e Fecomércio recebem com entusiasmo propostas de Simplício

Empresários receberam com entusiasmo as propostas do pré-candidato ao governo do estado, Simplício Araújo (Solidariedade), que destacou o papel da iniciativa privada para a geração de empregos durante encontro na Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA).

Simplício que tem um amplo conhecimento sobre economia e desenvolvimento, tem como principal bandeira a geração postos de trabalho, frisou o trabalho que desenvolveu no âmbito das cadeias produtivas, na atração de investimentos e na defesa da geração de empregos, renda e em setores como do turismo, agronegócio, indústrias, entre outros.

“Simplício foi secretário de indústria e comércio, uma pessoa que entende muito bem sobre economia e desenvolvimento”, frisou Cláudio Azevedo, presidente do Centro das Indústrias do Maranhão.

Participaram do encontro diretos, presidente de sindicatos e empresários, que debateram juntos com Simplício uma das principais bandeiras levantadas pelo ex-secretário de Indústria e Comércio, que foi sobre o plano diretor de São Luís, que até o momento não avançou na câmara municipal.

O presidente da Fiema, Edison Baldez pontuou que Simplício sempre debateu sobre o desenvolvimento do estado. “Simplício, as portas desta casa estão abertas para que você venha aqui trazer propostas para o Maranhão”.

Outros pontos abordados foram questões sobre segurança, agronegócio, cadeias produtivas e desenvolvimento.

Foto: Divulgação

Publicidade

Ferry José Humberto é liberado e reforça travessia São Luís/Cujupe

A embarcação José Humberto, adquirida pelo governo do Maranhão para reforçar o serviço de travessia na baía de São Marcos, entre São Luís e Cujupe começou a circular nesta terça-feira (28).

O ferry boat José Humberto teve toda a documentação aprovada pela Capitania dos Portos

A  primeira viagem aconteceu por volta de 8h15 e a embarcação levou cerca de 30 veículos, sob supervisão da Agência Estadual de Mobilidade Urbana (MOB).

Foto: Reprodução

Publicidade

Econométrica aponta liderança de Carlos Brandão e Flávio Dino

Pesquisa Econométrica divulgada nesta terça-feira (28), aponta para a liderança do governador Carlos Brandão na disputa para o governo do estado e do ex-governador Flávio Dino (PSB) na corrida para o Senado.

Segundo a pesquisa, Carlos Brandão (PSB) tem 32,5%, contra 25,1% de Weverton Rocha (PDT). Lahesio Bonfim (PSC) é o terceiro, com 18,2%. Edivaldo Holanda Júnior (PSD), 9,4%; Enilton Rodrigues (PSOL), 0,7%; e Simplício Araújo (Solidariedade), 0,3%. Branco ou nulo são 4,6% e, ainda, 9,3% não sabem em quem votar ou não responderam.

Na disputa para o Senado, o ex-governador Flávio Dino (PSB) aparece na liderança com 50%. O senador Roberto Rocha (PTB) tem 26,8%, Pastor Bel (Agir) tem 5,9%.  Antonia Cariongo (Psol), 1%; e Saulo Arcangeli (PSTU), 0,5%. Branco ou nulo são 7,4% e, ainda, 8,4% não sabem em quem votar ou não responderam.

A pesquisa Econométrica contratada pelo Blog do Gilberto Léda foi realizada em 55 municípios, entre os dias 12 e 16 de junho de 2022. Foram realizadas 1.468 entrevistas para uma margem de erro de 2,5 pontos percentuais, par amais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95%. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-01129/2022.

Foto: Reprodução

Publicidade

Famem quer posicionamento de MP e Judiciário sobre shows públicos

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão abriu diálogo com o Ministério Público do Estado do Maranhão sobre as decisões que causaram a suspensão dos festejos juninos em diversos municípios do estado.

O presidente da Famem e prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier, reclama sobre as decisões judiciais provocadas por ações civis públicas que tiveram como consequência o distrato de vários procedimentos firmados com a devida transparência e rigor da lei da licitação. A própria Lei permite claramente a contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou através de empresário exclusivo, desde que consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública, o que é o caso dos artistas nacionais de renome contratados para festas juninas.

“É razoável que o Ministério Público interfira na defesa dos preceitos constitucionais e a garantia de direitos estabelecidos pela Carta Magna, mas é necessário que haja clareza e uniformidade nestas decisões. Assim, temos a situação injusta na qual um município pode realizar sua tradicional festa junina, movimenta economia, atrai recursos, e o outro não pode fazê-lo através de decisão judicial tendo a situação semelhante ao outro. É preciso isonomia”, afirmou.

Erlanio lembrou que o próprio governo do Estado está investindo R$ 25 milhões na festa junina, mesmo tendo problemas em outras áreas para solucionar. “Por que se fala que um município não pode realizar sua festividade pelo fato de carência em outra área da gestão? Qual o parâmetro? Se considerarmos as carências do Estado, que vive uma crise no sistema de transporte de ferry boat, muitas estradas estaduais danificadas, não haveria os gastos em curso com o São João do governo”.

Erlanio Xavier ressaltou o direito à cultura previsto na Constituição Federal que está sendo usurpado por decisões que frustram a população que durante dois anos teve que permanecer em isolamento devido à pandemia da Covid-19.

“Estamos superando um período traumático para todos. É claro que entendemos o compromisso com as prioridades da administração pública, mas temos que entender que dentro da razoabilidade está o lazer e a cultura. A proibição dos contratos na véspera do evento atinge também os artistas locais, o barraqueiro que gastou comprando seus produtos, o mototaxista, enfim, todos que contavam com a cadeia da festa junina”, disse Xavier.

O presidente da Famem manterá agenda durante a semana com o Procurador Geral de Justiça e com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado para equalizar o posicionamento em relação aos gastos previstos em orçamento

Foto: Divulgação