Banner

São Luís bate recorde e vacina 19.260 pessoas em um dia

O prefeito Eduardo Braide (Podemos) comemorou, nas redes sociais, o avanço da vacinação contra a Covid-19 em São Luís.

Um novo recorde foi registrado nesta quinta-feira (10) quando foram vacinadas 19.260 pessoas.

“É de novo recorde que estamos falando! São Luís vacinou somente nesta quinta 19.260 pessoas nos nossos pontos da Prefeitura de São Luís. Aqui tem vacinação em massa! Então prepara o braço que a vacina tá chegando!”, escreveu.

Braide tem afirmado que o objetivo é vacinar toda a população de São Luís o quanto antes.

O calendário de vacinação em Sào Luís prossegue:

Sexta (11) – 34 e 33 anos
Sábado (12) – 32 e 31 anos
Domingo (13) – 30 anos

E segue o cadastro para pessoas com até 25 anos na plataforma Vacina São Luís.

Foto: Reprodução

Publicidade

Câmara de São Luís convoca aprovados em concurso público

A Câmara Municipal de São Luís convocou nesta quinta-feira (10), 31 candidatos aprovados no primeiro concurso realizado pela Casa Legislativa, para provimento de cargos administrativos.

Entre os cargos convocados nesta chamada estão: Historiador (1), Assistente Social (1), Administrador (1), Jornalista (1), Analista de Informática – Legislativo (2), Analista Legislativo (3), Técnico em Comunicação Social – Repórter Fotográfico (1), Técnico em Comunicação Social – Divulgação Institucional (1), Técnico em Informática (2), Técnico em Assessoramento Legislativo (7), Assistente Administrativo (10) e Procurador (1).

Os candidatos deverão comparecer primeiro à Perícia Médica do Município, entre os dias 29 de junho e 02 de julho, conforme especificado no edital, e, posteriormente, entre os dias 30 de junho e 5 de julho, ao o Setor de Recursos Humanos da Câmara, portando toda a documentação exigida pelo mesmo.

O certame foi realizado em 2019 e tem validade de dois anos, segundo o edital, podendo ser prorrogado por igual período. Esta é a quarta lista de convocação divulgada pela Casa.

Mais informações acerca do processo podem ser obtidas junto à Presidência da Comissão do Concurso, através do telefone (98) 98126 8276, no horário das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. Confira o edital de convocação.

Foto: Divulgação

Publicidade

Paulo Victor defende inclusão de categorias em serviço essencial

Tramita na Câmara de São Luís o Projeto de Lei nº 126/21, de autoria do vereador Paulo Victor (PCdoB), que visa estabelecer o serviço oferecido por motoristas de aplicativo, mototaxistas, taxistas e entregadores por aplicativo como essencial em momentos de endemia, pandemia, catástrofe natural e outras calamidades.

No texto do PL, o vereador Paulo Victor argumenta que, apesar das atividades exercidas por esses profissionais terem sido incluídas, a nível nacional, como serviços essenciais, em março de 2020, tais atividades foram retiradas do rol de essencialidade pelo decreto presidencial nº. 10.329/20, em maio do mesmo ano. “Assim, é justamente no intuito de sanar essa indeterminação, bem como proporcionar segurança jurídica ao trabalho desses profissionais durante períodos de endemia, pandemia, catástrofe natural e outras calamidades, que se propõe o presente Projeto de Lei”, diz o projeto.

O projeto destaca que, nos períodos de lockdown decretados durante a pandemia, esses profissionais ficaram impossibilitados de exercer suas atividades, por não serem considerados serviço essencial. Apesar disso, conforme o PL, mesmo sem a classificação, o serviço oferecido por motoristas de aplicativos, mototaxistas, taxistas e entregadores por aplicativo, não pode parar durante as medidas restritivas, tendo em vista que a população precisa destes profissionais para se locomover e receber entregas de refeições.

“Esses serviços já viraram rotina na vida dos ludovicenses e demais pessoas que visitam nossa cidade. São utilizados para fins de locomoção, inclusive em situações de urgências e emergências hospitalares, bem como em outras situações de inegável importância, como, por exemplo, compras em mercados para abastecimento alimentar familiar doméstico, entrega de alimentos ou produtos necessários, no que se refere aos entregadores por aplicativo, dentre outras demandas. Por isso a necessidade da aprovação do projeto”, justifica o vereador Paulo Victor.

Foto: Leonardo Mendonça

Publicidade

Othelino Neto garante “Arraiá da Vacinação” em Santa Inês

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), junto com o prefeito de Santa Inês, Felipe dos Pneus, viabilizou junto ao secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a realização do “Arraiá da Vacinação”, a fim de intensificar o processo de imunização contra a Covid-19 no município.

A realização da atividade, que é desenvolvida pelo Governo do Estado, foi discutida durante reunião realizada nesta quinta-feira (10). No encontro, ficou determinado que o município receberá o “Arraiá da Vacinação” na próxima quinta-feira (17).

“Conseguimos viabilizar essas doses extras de vacina para que a imunização possa alcançar mais pessoas. Agradeço ao secretário Carlos Lula, que atendeu nosso apelo e, prontamente, autorizou levar esta ação tão importante e que vai ajudar a acelerar a aplicação de vacinas na população santa-inesense”, destacou Othelino Neto. 

O secretário de Saúde Carlos Lula garantiu que o objetivo do Governo do Estado é vacinar cada vez mais rápido. “Por essa razão, atenderemos à solicitação do deputado Othelino Neto e do prefeito Felipe dos Pneus. Com certeza, mais doses de esperança chegarão em Santa Inês com o ‘Arraiá da Vacinação’”, afirmou.

Na reunião, o prefeito Felipe dos Pneus agradeceu o apoio. “Ainda estamos passando por uma fase de muitos casos da doença e, ao mesmo tempo, sabemos que mais vacinas têm chegado no Estado. Por isso, não hesitamos em solicitar mais imunizantes para a nossa cidade. Com a parceria do deputado Othelino, conseguimos obter uma resposta rápida e concreta”, disse o gestor.

Foto: Divulgação

Publicidade

MOB regulamenta lei que prioriza transporte aquaviário de médicos

A Agência Estadual de Mobilidade Urbana (MOB) vai regulamentar a lei do deputado Yglésio Moisés (PROS) que prioriza médicos no transporte aquaviário. Esse foi o resultado de uma reunião realizada na tarde de terça-feira (8), na sede da MOB, entre o deputado, o presidente do órgão, Daniel Carvalho, e demais dirigentes da agência, para discutir o funcionamento da lei no Maranhão.

Com a sanção da Lei 11.480/2021, de autoria de Yglésio, médicos passaram a ter prioridade no transporte aquaviário, em todo o Maranhão, a exemplo dos ferryboats, balsas e outros meios similares. A lei tem o objetivo de agilizar o fluxo intermunicipal de médicos para garantir melhor atendimento a pacientes.

Segundo o parlamentar, como os trechos que regulamentavam o funcionamento da lei foram vetados pelo governador Flávio Dino (PCdoB), os quais sugeriam tempo mínimo para a compra das passagens pelos médicos e número de vagas por viagem, houve a necessidade da edição de portaria regulamentando os critérios a serem seguidos pelos profissionais durante as viagens.

“Com a sanção da lei do deputado Yglésio, a MOB vai especificar quais os procedimentos que devem ser adotados, o que os profissionais, para terem esse direito, devem fazer também para que possamos dar cumprimento à lei, obedecendo e dando prioridade a quem, de fato, está exercendo sua função de trabalho na saúde pública”, pontuou Daniel Carvalho.

Com a regulamentação, os profissionais médicos deverão seguir critérios estabelecidos para terem direito à prioridade prevista na lei, ajudando a evitar que médicos fora de suas atividades tenham direito ao trânsito prioritário.

Foto: Agência Assembleia

Publicidade

Carlos Lula será ouvido pela CPI da Pandemia no Senado

O secretário de Saúde do Maranhão e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula será ouvido pela CPI da Pandemia, no Senado, em Brasília.

O requerimento convidando o representante do Conass a comparecer à CPI foi aprovado nesta quinta-feira (10).

A data da audiência ainda não foi definida, mas Carlos Lula já afirmou que tem muito a falar sobre esses 15 meses de enfrentamento da pandemia.

“O Conass foi convidado a dar sua contribuição na CPI da Pandemia. Como presidente, estarei na Comissão para esclarecer o que for necessário. Temos muito a falar sobre esses 15 meses de enfrentamento”, disse Lula.

Foto: Divulgação

Publicidade

Corte de R$ 100 milhões ameaça a Uema, afirma César Pires

Mais R$ 74 milhões foram retirados do orçamento da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) pelo governador Flávio Dino. O remanejamento dos recursos das universidades estaduais, que só este ano já ultrapassa os R$ 100 milhões, foi duramente criticado pelo deputado César Pires, professor e ex-reitor da instituição que teme pelo sucateamento do ensino superior estadual.

“Primeiro foram retirados cerca de R$ 30 milhões da Uema e da UemaSul, em maio. Agora, no dia 2 de junho, foram mais R$ 74 milhões transferidos do orçamento da Uema para a Sinfra (Secretaria de Infraestrutura). Ou a universidade tinha dinheiro em excesso e não está sabendo aplicar seus recursos, ou o governador não dá a menor importância à qualidade do ensino superior no Maranhão”, ressaltou César Pires.

Pelo Decreto 36.772, publicado no Diário Oficial do Estado do dia 2 deste mês de junho, o governador determinou que fossem retirados R$ 74.373.793,00 do orçamento da Uema. Esses recursos, segundo o mesmo decreto, seriam destinados ao desenvolvimento institucional e à administração daquela universidade, e a ações de valorização, formação e capacitação dos profissionais da educação superior, além da expansão da graduação e a implantação e modernização dos campi. Esses recursos agora serão usados em ações da Sinfra, como implantação e melhoramento de logradouros públicos, pavimentação de vias urbanas e rodovias.

“O que me espanta é o silêncio do diretório acadêmico e das associações de professores e de servidores da Uema. Muito lutaram pela qualidade do ensino naquela universidade, e tenho orgulho de fazer parte dessa história. Eu não me calarei, e espero que a comunidade uemiana rompa o silêncio, já que muitos professores e servidores acreditaram que o governador iria valorizar aquela instituição. Se hoje retiram mais de R$ 100 milhões, amanhã vão tirar muito mais do ensino superior no Maranhão. Isso não podemos aceitar”, finalizou César Pires.

Foto: Agência Assembleia

Publicidade

Wellington cobra Flávio Dino que retém vacina da Covid-19

O deputado estadual Wellington do Curso encaminhou indicação, nesta quinta-feira (10), ao governador Flávio Dino, solicitando que libere, em caráter de urgência, as 870.058 doses de vacinas “guardadas” pelo Estado. Os dados utilizados pelo parlamentar são do Governo Federal e foram atualizados no dia 9 de junho, às 23h52.

De acordo com os dados mostrados pelo deputado Wellington, as doses retidas pelo governador Flávio Dino seriam capazes de garantir a vacinação em massa da população.

“De acordo com dados do Governo Federal, foram distribuídas ao estado do Maranhão, até o dia 9 de junho, 3.437.900 doses de vacina. Avaliando os dados do Governo do Estado, no entanto, desse total foram distribuídas aos municípios 2.567.842. A análise disso revela que há 870.058 doses retidas pelo governador Flávio Dino. Vacinas retidas não salvam vidas. O governador Flávio Dino precisa distribuir essas doses, em caráter de urgência, aos municípios maranhenses. Governador, aprenda: com a vida das pessoas não se brinca. O vírus não espera”, disse o deputado Wellington.

Foto: Divulgação

Publicidade

Covid-19: Braide anuncia vacina de pessoas de 30 a 34 anos

O prefeito Eduardo Braide (Podemos) anunciou a vacinação contra a Covid-19 de pessoas entre 30 e 34 anos em São Luís, nos nove pontos de vacinação em São Luís.

Pela manhã serão vacinadas as pessoas nascidas de janeiro a junho e à tarde, as pessoas nascidas entre julho e dezembro de acordo com o calendário:

Sexta (11) – 34 e 33 anos
Sábado (12) – 32 e 31 anos
Domingo (13) – 30 anos

“Atenção gestantes e puéperas de 30 anos sem comorbidades. A vacinação de vocês será no domingo (13), no Sebrae e Centro de Convenções da UFMA”, afirmou Braide.

Cadastro – Eduardo Braide também anunciou a abertura do cadastro de pessoas com até 25 anos na plataforma Vacina São Luís.

“Te liga que o cadastro para os novinhos e novinhas de 25 anos já tá aberto! Corre lá, faz teu cadastro por que tua vacinação já é semana que vem. Fique atento aos calendários!”, anunciou.

Locais de vacinação – Centro de Vacinação no Sebrae, Centro de Vacinação na UNDB, Centro de Vacinação na UEMA, Centro de Vacinação na UFMA, no estacionamento do shopping da Ilha, no Centro de Vacinação do Ceuma no Renascença e no Centro de Vacinação do Senai na Zona Rural.

Foto: Divulgação

Publicidade

Felipe Camarão: “O melhor caminho foi pleitear o PT”

Em entrevista ao programa Abrindo o Verbo, da Rádio Mirante AM, o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, falou sobre o seu pedido de filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT), protocolado na última segunda-feira (7). Clique aqui e ouça a entrevista.

“Estou entrando na política eleitoral, pleiteando um mandato eletivo, a partir do trabalho que eu desenvolvi ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB)”, disse o secretário, detalhando sua trajetória.

Este será a primeira disputa eleitoral de Camarão, que pretende concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados em Brasília. Contudo, existe a possibilidade de que ele faça parte da chapa do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), pretenso candidato ao governo estadual.

“No debate sobre o partido, a partir do que está acontecendo nacionalmente e da nossa visão de como as coisas ocorrem na política estadual, o governador Flávio Dino, eu e outras pessoas concluímos que o melhor caminho seria pleitear uma filiação ao PT. E essa foi a minha missão, eu dialoguei com todas as correntes do PT: tanto no município, como no estado e a nível nacional”, pontuou.

Durante a entrevista, Felipe Camarão projetou uma possível retomada das aulas da rede estadual em modelo híbrido no mês de agosto.

“Estou liderando esse trabalho de revisão de protocolos, diálogos com a categoria dos professores e professoras, funcionários das escolas, pais, mães e estudantes”, detalhou Camarão.

O secretário precisará se afastar do cargo até o dia 1º de abril de 2022, quando retorna aos cargos de procurador e professor, este último pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Foto: Divulgação