Teste do sistema de transmissão de rádio digital é aguardado pela Anatel


A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aguarda os relatórios dos testes do sistema de transmissão de rádio digital realizados por oito das 15 emissoras de rádio AM e FM que receberam autorização para transmissões-piloto durante um ano, desde 2005, em sinal do padrão IBOC (In-Band On-Channel), desenvolvido pela iBiquity Digital Corporation.

Segundo a própria Anatel, as emissoras têm enfrentado dificuldades com as transmissões do padrão americano. Há problemas, por exemplo, na ligação entre transmissor e estúdio e interferências nas bandas laterais de freqüência. Mesmo assim, as empresas defendem o padrão americano.

Para o assessor da Casa Civil, André Barbosa, o processo de decisão sobre o padrão de rádio digital deverá seguir o mesmo caminho da escolha do padrão da TV digital. “Esse assunto ainda não está em discussão na Casa Civil e a ministra Dilma Rousseff não se envolveu nisso ainda. Quando entrar na pauta, iremos discutir, formar um grupo de trabalho e colocar as cartas na mesa como fizemos com a TV digital”, explica. E reitera sua posição de que todos os padrões devam ser testados antes da decisão final.

Uma das vantagens da rádio digital é a qualidade de som do AM, que passa a ser como o de uma FM atual e a qualidade de som do FM passa a ser igual a de um CD. Em ambos os casos, as interferências são quase totalmente eliminadas. Entre as emissoras autorizadas para testar o sistema de transmissão digital, estão a Globo de Rádio, a Bandeirantes, a Eldorado, a Jovem Pan e a RBS.

Fonte: Coletiva.net

Publicidade

Na TV móvel, telejornais poderão ter duração de um minuto

Um estudo produzido pela Escola de Economia de Londres para a fabricante de celulares Nokia prevê que, na TV móvel do futuro, os telejornais não devem ultrapassar um minuto de duração.

A repercussão da pesquisa foi feita na coluna de Daniel Castro na Folha de S. Paulo em 17/11. A TV móvel é, basicamente, a transmitida em telefones celulares – e a implantação de tecnologias digitais promete aquecer este mercado.

Jornais, novelas e formatos publicitários serão os mais afetados na visão do estudo inglês, que cita o telejornal de um minuto recentemente idealizado e produzido pela China Telecom, operadora de celulares.

Segundo Castro, os pesquisadores apontaram a necessidade de informação em tempo real e sentimento de pertencimento como os principais motivos para a propagação da tecnologia e das mudanças que devem ocorrer.

Comerciais de cinco segundos, abuso de closes nas atrações, novos hábitos de programação e grande interação são as principais previsões para a TV móvel do futuro.

Fonte: Portal Imprensa

Publicidade

Nova tecnologia encarece TV de plasma

Os fabricantes de TV Plasma trocam modelos tradicionais por aparelhos com tecnologia de alta definição (HDTV). Mas, essa modificação altera o custo do televisor, chegando a custar R$ 6.999. E as marcas afirmam que não têm a intenção de reduzir o preço, pelo menos, até o final de 2007.

O vice-presidente da Gradiente, Eugenio Staub Filho, afirma que há dois meses não fabricam mais o modelo de plasma sem a tecnologia HDTV. “Em 2007, só teremos à venda aparelhos com o sistema HDTV”, diz Eugenio, que vende o modelo de 50 polegadas por R$ 9.999. A Philips também segue o mesmo caminho e não fabrica mais o aparelho sem alta definição. Já a Panasonic continua a produzir o modelo de plasma convencional, até fevereiro, assim como a Samsung, que também planeja manter a produção até o começo do ano que vem.

Porém, deve ser considerado que a indústria não antecipa quedas de preço, pois isso posterga a compra e atrapalha a venda. No final de 2005, muitos fabricantes afirmavam que seria pouco provável vender o TV de plasma sem HDTV – 42 polegadas por menos de R$ 9.999. Hoje, pode ser encontrado por R$ 4.000. A diferença é que, atualmente, não há nenhuma grande marca com recursos suficientes para entrar em uma guerra de preços com a nova TV com HDTV.

Fonte: Coletiva.net

Publicidade

STJ confirma que nível superior é obrigatório no jornalismo


O Superior Tribunal de Justiça confirmou, em decisão publicada na última segunda-feira (13/11), que profissionais de jornalismo, para serem registrados na área, devem possuir um diploma de nível superior em curso específico. A ordem foi dada em oposição a uma portaria do Ministério do Trabalho e Emprego, que dispensava a exigência do diploma.

O STJ atendeu, de forma unânime, ao pedido de um mandado de segurança impetrado pelo médico José Eduardo Marques e apoiado pelo relator, ministro José Delgado. O ministro destacou que o diploma de Jornalismo é obrigatório para o registro da profissão porque a atividade é regulada pelo Decreto-Lei 972-69.

Fonte: Coletiva.net

Publicidade

Formação do radialista

Na semana passada escrevi sobre o desafio das emissoras de rádio: montar uma programação e ter locutores durante a madrugada. Um amigo que acessou o meu blog postou a seguinte resposta:

“A preocupação deve estar também na renovação e atualização dos profissionais. É complicado colocar uma boa programação em todos os horários com locutores com estilo da década de 50, 60. Os chefes das rádios precisam torná-las dinâmicas, modernas, ou então, com a difusão da internet, cada vez menos terá espaço para esse nosso velho companheiro”.

A resposta merece uma reflexão. Inicialmente não vou sair em defesa das gerações do rádio nas décadas de 50 ou 60, mas também não posso deixar de listar alguns fatores que considero muito importantes. Grandes nomes que fizeram história no rádio maranhense vieram dessas décadas e continuam fazendo grande sucesso hoje. Outros grandes nomes já não estão entre nós, mas serão sempre lembrados assim.

De lá para cá muita coisa mudou e os profissionais também. Alguns estão melhores, outros pararam de verdade. É assim em toda e qualquer profissão. Durante esses anos todos muita gente nova se destacou. Surgiram as novidades, entre elas, o computador, o CD, o celular, o satélite, a internet, enfim… Tudo isso tornou a nossa vida mais fácil. Ficou mais fácil fazer rádio. Podemos dizer assim.

Temos hoje muito mais estrutura e melhores condições de trabalho, mas infelizmente não posso dizer o mesmo em relação ao material humano. Estarei completando 20 anos de profissão e confesso que não está fácil encontrar alunos com perfil que o rádio necessita. No geral, os alunos que nos procuram estão na reta final da faculdade e ameaçados de figurarem na lista de desempregados. O mercado absorve muito menos do que as faculdades preparam. E alguns veículos parecem não perceberem o quanto é importante preparar uma nova geração.

Tenho feito muitos testes e constatado a falta de preparo dos alunos. Gente com muita vontade de aprender, mas com pouca ou quase nenhuma oportunidade. Lembro-me que, certa vez, uma aluna perguntava: o que é que toca nesse programa de chorinho? A grave pergunta evidenciava uma carência da grade curricular das faculdades. Daí a preparação inadequada das gerações de hoje.

E por fim, gostaria de lembrar que é preciso ter vocação para fazer rádio. Considero isso o mais importante dos requisitos para quem pretende entrar para essa profissão.

Fiz questão de escrever sobre este assunto a partir da resposta postada pelo amigo em meu blog porque considero a atualização (dos antigos) e a formação (dos atuais) profissionais do rádio, algo extremamente vital para o veículo.

Publicidade

Vírus é propagado pela internet em falso e-mail do Orkut

A empresa de segurança Trend Micro divulgou em comunicado um alerta sobre o vírus “TROJ_DLOADER.FHW” que circula em mensagem de e-mail com o título “Orkut — a sua conta será banida de nossos registros”.

Segundo comunicado, a falsa mensagem informa que o usuário está distribuindo cartões com vírus e solicita que o mesmo clique em um link para evitar a sua exclusão do site de relacionamentos.

O e-mail traz a seguinte mensagem: “Prezado usuário, sua conta será banida em 24 horas por motivos de irregularidades. Você está enviando um cartão virtual da equipe Charges contendo vírus. Para que sua conta não seja excluída do sistema, clique aqui e siga as instruções no Serviço de Atendimento ao Cliente”

Clicando no link solicitado, o computador do usuário é infectado pelo TROJ_DLOADER.FHW, que, inicialmente, não apresenta nenhuma atividade. O vírus, no entanto, abrirá uma porta no computador do usuário e conectará a máquina infectada e a do criador do vírus.

O espião TSPY_BANKER.FPP roubará dados financeiros do internauta –tais como números de cartões de crédito, senhas, dados de contas e outras informações pessoais.

“A técnica utilizada é enviar mensagens que estimulem a curiosidade ou a precaução do usuário”, afirma Eduardo Godinho, gerente técnico de contas da Trend Micro.

“A maior prova de que o e-mail anunciando a exclusão do Orkut contém um vírus foi o fato de que estava sendo enviado para diversas pessoas que não possuíam conta no site de relacionamentos”, ressalta o executivo.

Fonte: Folha Online

Publicidade

O desafio da madrugada


A madrugada através das ondas do rádio precisa melhorar muito. Conheço bem a dificuldade das emissoras para manter um locutor e um operador no horário, mas entendo que chegou a hora de mudar isso e vou dizer os motivos.

Tem gente trabalhando a noite inteira e que fica ligado no rádio em busca de música e informação. E só acham a maioria das emissoras tocando música. Mas isso um bom CD no carro, em casa ou no trabalho pode resolver.

O rádio tem audiência o dia inteiro e por isso, os anunciantes precisam investir em todos os horários. Isso seria fundamental, pois os custos estariam todos garantidos. Não concordo com aqueles que durante à noite ligam o rádio apenas para chamar o sono. Quem está dormindo não está ouvindo nada.

Lembro dos vigilantes, motoristas, profissionais dos hospitais, enfim, gente que está na internet do outro lado do mundo interessando nas coisas do Maranhão. Podem dizer que são poucos, mas são importantes e nunca estão sozinhos porque estão na companhia do radinho.

Como coordenador da Mirante AM quero dizer que a tafera não é nada fácil, mas acredito que logo, a emissora estará movimentando as madrugadas. Já estamos no satélite e na internet. Agora falta bem pouco para darmos um outro grande passo.

Publicidade

Rádios de alta definição ampliam propaganda


As operadoras de rádio norte-americanas anunciaram na segunda-feira que suas vendas de rádios de alta definição se expandirão à cadeia de varejo Circuito City, e as estações veicularão cerca de 75 mil anúncios por semana promovendo os serviços de rádio digital de alta definição (HD, na sigla em inglês), em um esforço para defender o setor contra as rádios via satélite e os iPods . Na mais recente fase de uma campanha de marketing no valor de US$ 200 milhões, lançada para explorar a temporada de festas de final de ano, o setor de rádio começará em 13 de novembro a reduzir os preços desse tipo de produto, o que baixaria o custo de certas unidades para automóveis aos US$ 150, de acordo com a HD Digital Radio Alliance, um grupo de emissoras que espera acelerar a aceitação dos rádios digitais de alta definição pelos consumidores. Além de sua chegada à grande cadeia da Circuit City, os rádios também serão vendidos em unidades adicionais da rede Radio Shack, que antes estava concentrando as vendas desses modelos em regiões selecionadas.

As mudanças surgem em um momento no qual os compradores natalinos já podem ter incluído em suas listas outros players digitais, como novas versões do iPod, da Apple Computer, os modelos mais recentes do Sandisk Sansa, que passaram por corte de preços, ou o Zune, da Microsoft, que chegará às lojas no final deste mês.
Um consumidor que compra ou tem iPod pode ainda assim se interessar por rádio HD, que recebe programação convencional de rádio com qualidade de som equivalente à de CDs e oferece múltiplos formatos novos de programação, diz Peter Ferrara, presidente da HD Digital Radio Alliance.

Ele alega que os ouvintes de rádio, que já possuem ao mesmo tempo aparelhos de CD, fitas cassete e iPods, se sentiriam confortáveis usando mais do que um sistema.
“Não quero gerar falsas expectativas de que esse será o “Natal da rádio HD” não acreditamos que seja esse o caso. Mas creio que já conquistamos uma boa posição inicial, a essa altura”, disse ele em entrevista à Reuters.

Fonte: Terra

Publicidade

Vocabulário esportivo

É impressionante e às vezes chega a ser engraçado o vocabulário de locutores esportivos, em especial do Maranhão. São expressões bem antigas e que ainda continuam sendo utilizadas com bastante freqüência. Algumas expressões ouço desde o tempos de criança quando já frequentava os estádios de futebol e levava o meu radinho.

Vou tentar lembrar algumas dessas expressões aqui, mas desde já sei que vou precisar da sua ajuda:

Tábua de classificação – O time “X” subiu na tábua de classificação e agora é o 4º colocado…;

Cidadela – O goleiro “X” defende a cidadela que fica à…

Gorduchinha, maricota, moça branca da favela – É a bola…

Esquadrão – É o time…

Encarnada – É o vermelho… (está no hino oficial do Sampaio)

E você lembra de alguma outra expressão?

Publicidade

Mudança de horário

O início do horário de verão altera a programação das emissoras de rádio e televisão no Maranhão. Os programas serão exibidos 1h antes do horário normal. No rádio, apenas a São Luís que reproduz na AM e FM a programação Joven Pan sofrerá modificações. O programa A Voz do Brasil será gravado e exibido 1h depois por todas as emissoras.

Na televisão, o novo horário mexe com a programação de todas as afiliadas. Na TV Mirante, por exemplo, o Bom Dia Mirante será exibido a partir de 7h5min. O JMTV 1ª edição vai ao ar nesta segunda-feira a partir de 11h e o JMTV 2ª edição às 17h45. Todos os programas da TV Globo também estarão sendo exibidos 1h antes.

O horário de verão vai até o dia 25 de fevereiro de 2007.

© 2021 - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Erick Sousa.