Série D: CBF divulga datas e horários de Moto e América-RN

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, as datas dos jogos pelas oitavas de final do Campeonato Brasileiro Série D.

O Moto enfrenta o América-RN, em Natal, no próximo domingo (26), na Arena das Dunas, às 16h. A partida de volta será no domingo (3), no Estádio Nhozinho Santos, em São Luís, às 15h, por conta da iluminação e da possibilidade da classificação ser decidida nas cobranças de pênaltis.

Como não existe qualquer previsão para a solução do problema da iluminação no Nhozinho Santos, a partida será realizada sob forte calor na capital maranhense.

Veja os confrontos

25/09 – Sábado
15h – Atlético-CE x Paragominas-PA
16h – Campinense-PB x Guarany de Sobral-CE
16h – Caxias-RS x União Rondonópolis
16h – Esportivo-RS x Ferroviária-SP

26/09 – Domingo
16h – 4 de Julho-PI x ABC-RN
16h – América-RN x Moto-MA
16h – Cianorte-PR X Aparecidense-GO
16h – Uberlândia-MG x Joinville-SC

02/10 – Sàbado
15h – Joinville-SC x Uberlândia
16h – Aparecidense-GO x Cianorte-PR
16h – União rondonópolis x Caias-RS

03/10 – Domingo
15h – Moto-MA x América-RN
15h – Guarany de Sobral-CE x Campinense-PB
16h – ABC-RN x 4 de Julho-PI
16h – Paragominas-PA x Atlético-CE
16h – Ferroviária-SP x Esportivo-RS

Foto: Hiago Ferreira

Publicidade

Umbelino atua para manter posto de saúde na zona rural

O vereador Umbelino Junior (PRTB) esteve reunido na tarde desta segunda-feira (20), com os moradores do bairro Pedrinhas, zona rural de São Luís para debater demandas da região. A situação que mais preocupa a comunidade está relacionada ao Posto de Saúde Pedrinhas II.

Segundo os moradores, a unidade está com sérios problemas após muitos profissionais serem desligados e com isso, quem vive na região teme que o espaço seja desativado.

“O posto de saúde não tem funcionários, estão tirando todos os funcionários. O local está sem direção, sem dentista e sem assistente, agora vai sair a profissional que faz a vacinação no posto. O posto está totalmente desassistido. O indício é que o posto vai fechar e a nossa comunidade não vai aceitar isso. À população de Pedrinhas está gritando por urgência”, afirmou Vanderli Rosa, moradora de Pedrinhas.

O Presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de São Luís, Umbelino Junior, declarou apoiar a luta da comunidade e garantiu que atuará para que a região continue com o posto de saúde.

“Quem me conhece sabe o quanto me esforço para lutar pelos direitos das comunidades. Estive reunido com os moradores de Pedrinhas que temem pela desativação do posto de saúde. Iremos lutar para que a comunidade continue com essa importante unidade de saúde na zona rural”, declarou o parlamentar nas redes sociais.

Publicidade

Paço do Lumiar abre atividades da Semana Nacional do Trânsito

As programações em alusão à Semana Nacional com de Trânsito começaram em Paço do Lumiar, com o tema “No Trânsito, sua Responsabilidade Salva Vidas”. Nesta segunda-feira(20),  estudantes da UEB Erasmo Dias, da rede pública municipal, representantes de autoescolas, taxistas, mototaxistas e condutores de carrinhos de transporte compartilhado, estiveram no auditório do Instituto de Ensino Superior Franciscano-IESF, onde participaram de um importante dia de palestras e atividades educativas organizadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana-SEMUR, com o objetivo de formar cidadãos conscientes em relação ao trânsito seguro. As palestras abordaram a legislação, apresentaram estatísticas, expondo as regras  de sinalização e falaram sobre os riscos do consumo de álcool ao volante, do excesso de velocidade e outras imprudências que resultam em acidentes, os estudantes também assistiram apresentações de Ballet do Instituto Dansec.

Participaram da mesa de honra do evento, a Prefeita Municipal de Paço do Lumiar, Paula Azevedo(PCdoB), o Vice-Prefeito Inaldo Pereira(PSDB), o líder de governo na Câmara Municipal de Vereadores, Jorge Maru(Republicanos), a vereadora Mary do Mojó(PL), o secretário municipal de mobilidade urbana, Pádua Nazareno, o secretário adjunto de Mobilidade Urbana do Município Fabio Fernandes Rafael Rocha, representando o Detran-MA. O vereador Wellington Sousa(PSB) também participou do evento.

A prefeita Paula Azevedo, falou sobre a preocupação em tornar o trânsito mais seguro, no município: “Paço do Lumiar ainda possui muitas necessidades no que diz respeito ao trânsito, mas nós estamos aproveitando essas programações da Semana Nacional de Trânsito para oferecer educação, com panfletagens, palestras, unindo pedestres, condutores e ciclistas nessa causa”, disse ela.

O vice-prefeito de Paço do Lumiar, Inaldo Pereira falou sobre a necessidade de obedecer a sinalização: “Nós infelizmente temos exemplos de acidentes em nossas ruas e avenidas e o que a maioria tem em comum, é a imprudência, que causa transtornos irreparáveis em muitos casos, hoje nós estamos trabalhando com os adolescentes, pois eles são importantes para desconstruir toda cultura de imprudência, ensinando os próprios pais a obedecer as normas do Código de Trânsito Brasileiro”, enfatizou.

Para o secretário municipal de mobilidade urbana de Paço do Lumiar, Pádua Nazareno, as ações tem o objetivo de mostrar a população, a responsabilidade de cada um no trânsito nas cidades: “A prefeitura tem sido sensível a abranger todos os segmentos do trânsito em nosso município, a começar pelo pedestre, seguido por motoristas, motociclistas, ciclistas, e todos que usam nossas vias são responsáveis pelo trânsito seguro, e isso é o que queremos mostrar em nossos eventos”, concluiu.

A Semana Nacional de Trânsito acontece até o dia 25 de setembro, como previsto no Código de Trânsito Brasileiro. Em Paço do Lumiar, ainda serão realizadas palestras com profissionais de transportes da gestão municipal, profissionais de carrinhos compartilhados, taxistas, mototaxistas, autoescolas e estudantes, ações de blitzen educativas na sede e no Maiobão e ações conjuntas com o Detran-MA e a Polícia Militar. Em 23 de setembro, Dia do Agente de Trânsito será realizada uma programação especial em referência a esses profissionais, e no dia 24 acontece a posse do Conselho Municipal de Trânsito de Paço do Lumiar.

Publicidade

Proposta de Hildo preenche lacuna existente na Constituição 

Projeto de Lei 3.134/21, de autoria do deputado federal Hildo Rocha, altera a Lei nº 1.079, de 10 de abril de 1950 fixando prazo para que os Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal decidam sobre a admissibilidade formal de denúncia por crime de responsabilidade, infração que pode resultar em impeachment de presidentes da república e ministros do STF. Veja o vídeo aqui.

De acordo com o parlamentar, a iniciativa procura solucionar situações equivalentes à que foi apontada por Cármen Lúcia, em voto que a Ministra deu, recentemente, a respeito de um pedido feito por um Deputado Federal ao Supremo Tribunal Federal para que o Judiciário fixasse prazo para o Presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, decidir a respeito de pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. O deputado Hildo Rocha entende que o projeto gera tranquilidade.

“A inação do presidente Artur Lira, no que diz respeito a decisão dos pedidos de impeachment do presidente da república, gera muita intranquilidade no mercado. Ele decidindo arquivar ou iniciar o processo é melhor do que ficar desse jeito que está atualmente. Com relação a questão legal, a ministra Carmem Lúcia foi bastante clara quando disse que, em razão do princípio da independência dos Poderes, o STF não pode fixar prazo ao deputado Artur Lira para decidir sobre os pedidos de impeachment, pois o prazo de decisão do presidente da Câmara é um assunto de competência legislativa”, argumentou Hildo Rocha.

Hildo Rocha argumentou que a Constituição de 1988 prevê crime de responsabilidade, atribuindo competência à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal para julgá-los, quanto às mais altas autoridades da República.

Hildo Rocha considera que as normas contidas no art. 85 do Pacto Político, visam a proteger valores fundamentais da ordem jurídica, tais como a existência da União, o livre exercício dos Poderes e dos direitos fundamentais dos cidadãos, a segurança interna do País e o cumprimento das leis e das decisões judiciais.

Entretanto, o parlamentar enfatiza que há realmente uma lacuna na Lei nº 1.079, que trata de crimes de responsabilidade dos Presidentes da República e Ministros do STF. “Isso impede que os pedidos de impeachment sejam devidamente processados, necessário então solucionar essa questão”, alegou.

Prazos definidos – O Projeto de Lei 3.134/21, estabelece o prazo de 30 dias para que o Presidente da Câmara dos Deputados decida a respeito de pedidos de impeachment de Presidente da República e 30 dias para o Presidente do Senado decidir a respeito do pedido de impeachment de Ministros do Supremo Tribunal Federal.

“Caso os presidentes da Câmara e do Senado não decidam, dentro do prazo previsto, os pedidos de impeachment serão automaticamente enviados aos Plenários da Câmara e do Senado, respectivamente, para que sejam, de forma legítima, apreciados pelos deputados, no caso do pedido de impeachment de presidente da República e senadores, em função do pedido de impeachment de ministros do supremo. Entendo que esse projeto é fundamental para o bom funcionamento das instituições, razão pela qual o submeto à apreciação desta Casa legislativa. Espero contar com o apoio dos ilustres colegas para a sua aprovação”, afiançou Hildo Rocha.

Foto: Divulgação

Publicidade

Professor diz que notícia sobre tsunami não passa de alarmismo

O professor Afrânio Weber classificou como “alarmismo”, a nótícia sobre um possível tsumami na costa maranhense e nordestina, por conta da erupção do vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias.

Em um vídeo no seu canal no Youtube, professor de geografia diz que tudo não passa de balela.

“A possibilidade é de 000000000000,1%. Isso é sensacionalismo e não passa de balela, pois não vai acontecer. Não se alarmem”, explicou.

Veja o vídeo aqui.

Foto: Reprodução

Publicidade

Roseana cobra de Flávio Dino redução do ICMS da gasolina

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB), questionou, nas redes sociais, a necessidade de redução do ICMS.

Roseana lembrou a medida adotada pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite e questionou:  “Por que não fazemos o mesmo no Maranhão?”.

“O governo do RS reduziu o ICMS da gasolina de 30 para 25%. Por que não fazemos o mesmo no MA? Veja como está a incidência do imposto nos demais estados brasileiros, publicado pelo Valor.”, escreveu.

Roseana Sarney publicou um quadro divulgado pelo Valor Econômico sobre a incidência do ICMS em todos os estados do país. Veja e compare.

Fotos: Reprodução

Publicidade

Moto despacha o Castanhal e paga o América-RN na Série D

O Moto confirmou a sua superioridade e em outra grande partida despachou o Castanhal, no Campeonato Brasileiro Sërie D, ao vencer por 2 a 0, o time paraense em pleno Estádio Modelão.

O time rubro-negro já havia vencido a primeira partida em São Luís por 2 a 0 e podia até perder a partida por um gol de diferença, mas não tomou conhecimento do adversário e numa grande atuação do setor defensivo garantiu a classificação

O Moto fez um bom primeiro tempo que terminou empatado por 0 a 0. Na volta do intervalo, o técnico Zé Augusto trocou Henrique por Felipe Cruz e o Moto voltou arrasador. Logo no início do segundo tempo, Abu lança Felipe Cruz que devolve, o volante deixa a bola passar no corta luz e Vander faz 1 a 0.

Mesmo com 1 a 0 no placar, o Moto não diminuiu o ritmo. Felipe Cruz é lançado pela direita e é derrubado. Pênalti que Ted Love cobra, mas o goleiro Axel defende, na sobra é Felipe Cruz quem faz 2 a 0.

O Castanhal ainda diminuiu com um gol de cabeça em cobrança de escanteio com o zagueiro Guilherme, na única falha da zaga do Moto em toda partida.

Com a classificação, o Moto vai enfrentar na próxima fase o América-RN que eliminou o Itabaiana-SE. A primeira partida será em Natal e a volta em São Luís, pois o Moto tem melhor campanha na competição que a equipe potiguar.

Veja os próximos confrontos

América-RN x Moto Club-MA
4 de Julho-PI x ABC-RN
Campinense-PB x Guarany de Sobral-CE
Atlético-CE x Paragominas-PA
Cianorte-PR x Aparecidense-GO
Caxias-RS x União Rondonópolis-MS
Esportivo-RS x Ferroviária-SP
Uberlândia-MG x Joinville-SC

Foto: Hiago Ferreira/ Moto Club

Publicidade

Prisão de policial no Maranhão repercute na imprensa nacional

O Globo

Uma soldada da Polícia Militar do Maranhão recebeu ordem de prisão de seu superior após se recusar a passar do horário de trabalho. Tatiane Alves fazia policiamento ostensivo a pé de um evento em comemoração ao aniversário da cidade de São Luís, que começou às 14h. Após cumprir o expediente, ela, que ainda amamenta o filho de 2 anos, foi impedida de retornar para casa e foi levada por uma viatura até o Comando Geral da PM, onde foi presa em flagrante por desobediência.

Segundo Tatiane, por volta das 20h, os policiais ficaram sabendo que o trabalho se estenderia até o término do evento. No entanto, eles não tinham nenhuma previsão. No local, o marido e o filho da policial presenciaram toda ação.

“Me direcionei ao superior do dia e comuniquei que não teria condições de permanecer no serviço porque não tinha condições físicas, não tinha alimentação e que além disso, precisava amamentar meu filho”, contou Tatiane em uma live divulgada em seu perfil do Instagram “Relatos de abuso Militar”, criado em 2021.

Ela contou ainda que o comandante da equipe, o tenente Mário Oliveira, não chegou a escutá-la e teria dito que caso não cumprisse a determinação que ela estaria presa por desobediência.

“Em nenhum momento ele quis me ouvir. Ele falou para mim que se eu não cumprisse a determinação dele que eu seria presa. Eu respondi pra ele que então eu seria presa porque não conseguiria permanecer no serviço e de imediato ele solicitou a viatura para me encaminhar até o Comando Geral da Policia Militar do Estado do Maranhão para que eu fosse conduzida por flagrante delito pelo crime de desobediência. Infelizmente, eu fiquei presa por 1 dia até ter um alvará de soltura”.

Após sair da prisão, a PM que está há quase 8 anos na corporação foi comunicada de sua transferência de posto. No entanto, depois do ocorrido, Tatiane pediu afastamento para fazer tratamento psicológico.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão diz lamentar o ocorrido e que “reforça seu comprometimento em mitigar condutas de membros da corporação, incompatíveis com os princípios profissionais e éticos que orientam as atividades do Sistema de Segurança do Maranhão”.

Foto: Reprodução

Publicidade

Yglésio propõe lei contra assédio a mulheres em academias

Academias e outros estabelecimentos especializados em atividades físicas poderão ser obrigados a prestar suporte necessário a mulheres vítimas de assédio ou qualquer outro tipo de importunação sexual. É o que diz o texto do Projeto de Lei 424/2021, de autoria do deputado Yglésio Moyses (PROS), apresentado à Assembleia Legislativa do Maranhão.

De acordo com o PL, os estabelecimentos deverão adotar medidas de auxílio e segurança às mulheres que se encontrem em risco ou venham a sofrer assédio sexual nas dependências dos empreendimentos.

O texto da matéria destaca que os estabelecimentos deverão acompanhar a vítima até um meio de transporte seguro e comunicar a situação à polícia, prezando pela sua segurança. Além disso, deverão fixar cartazes em locais visíveis informando a disponibilidade de auxílio às vítimas e utilizar outros meios de comunicação para colher relatos. Os colaboradores, por sua vez, deverão ser treinados para lidar com esse tipo de situação.

Relatos – Nas redes sociais, além de locais como o transporte coletivo, mulheres também relatam cenas de assédio sexual em academias durante os treinos. No Brasil, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 8,9% das brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida. Durante a pesquisa, quando perguntadas se já chegaram a ser apalpadas, manipuladas, beijadas ou terem partes íntimas expostas, 76,1% responderam que sim.

“Em meio a esse cenário de violência, legislações mais eficientes e políticas públicas em prol da segurança das mulheres precisam ser criadas e aplicadas no âmbito dos estados e municípios”, finalizou Yglésio Moyses.

Foto: Biaman Prado/Agência Assembleia

Publicidade

Prefeitura de São Luís promove Circuito Urbano 2021 da ONU

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Inovação, Sustentabilidade e Projetos Especiais (Semispe), foi selecionada para participar do Circuito Urbano 2021, na categoria Cidades Inclusivas e Justas, um programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), que estimula o debate sobre como tornar a vida nas áreas urbanas melhor. O órgão municipal promoverá em outubro o webinário “Justiça Social e Desenvolvimento Sustentável: Políticas Públicas para Ação Climática”, sendo a única do Maranhão selecionada dentre as 207 submissões de todo o país.

“Participar de uma rede de diálogos e experiências de boas práticas sustentáveis, é um importante indicativo de que estamos acertando na abordagem e estratégias adotadas pela gestão do prefeito Eduardo Braide para tornar São Luís humana, sustentável e inteligente”, pontuou a secretária da Semispe, Verônica P. Pires.

O Circuito Urbano é uma iniciativa da ONU para dar visibilidade e apoio institucional a eventos organizados por diversos atores em todo o país, com o intuito de promover o debate sobre os temas do Outubro Urbano de cada ano. Esta é a quarta edição do evento e acontecerá de forma virtual, com eventos on-line ao vivo ou gravados previamente, devido à pandemia.

Para promover o debate sobre os temas do Outubro Urbano, o escritório do ONU-Habitat no Brasil criou, em 2018, o Circuito Urbano: uma iniciativa para dar visibilidade e apoio institucional a eventos organizados por diversos atores em todo o país. Desde então, a iniciativa já apoiou a realização de aproximadamente 400 eventos. A primeira edição focou nas temáticas “Gestão Municipal de Resíduos Sólidos” e “Construindo cidades sustentáveis e resilientes”. A segunda edição teve como tema “Cidades Inovadoras e Inclusivas”. A terceira edição foi totalmente virtual, com 186 eventos ao vivo ou gravados, com o tema “Cidades Pós-Covid-19: Diálogos entre o Brasil e a África lusófona”.

ONU-Habitat
O Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) é a agência das Nações Unidas responsável por promover o desenvolvimento urbano sustentável e inclusivo para todos. Anualmente, durante todo o mês de outubro, o ONU-Habitat estimula que países, cidades, comunidades, indivíduos e instituições debatam sobre como tornar a vida nas áreas urbanas melhor para todas e todos, e por isto o mês é conhecido, globalmente, como Outubro Urbano.

O mês se inicia com o Dia Mundial do Habitat na primeira segunda-feira do mês, 4 de outubro deste ano, e se encerra com o Dia Mundial das Cidades, em 31 de outubro. O Outubro Urbano busca dar visibilidade e estimular o debate acerca da implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que foram adotados pelos 193 estados-membros da ONU em 2015.