Maranhão de Reencontros encanta e movimenta a economia local

O segundo domingo do Maranhão de Reencontros, celebrado neste dia 26 de maio, foi um espetáculo de cores, sons e tradições na Concha Acústica Reynaldo Faray, na Lagoa da Jansen. O evento, que serve como uma prévia do São João do Maranhão 2024, contou com a participação de grupos tradicionais, como o Tambor de Crioula Arte Nossa, o alternativo Boi Pirilampo, o Grupo Marajunino, o Boi Lendas e Magias (sotaque de orquestra), o Cacuriá de Dona Teté e o Boi da Maioba (sotaque de matraca).

O festejo, que foi transmitido ao vivo pelas redes sociais do Governo do Maranhão, contou com um telão de alta resolução instalado na Concha Acústica e se destacou pela inclusão. O evento ofereceu um espaço acessível para portadores de necessidades especiais e intérpretes de libras, para garantir que todos pudessem aproveitar as apresentações.

O secretário de Estado da Cultura (Secma), Yuri Arruda, destacou que os investimentos do Governo do Estado em eventos culturais, como Maranhão de Reencontros, são fundamentais para a movimentação da economia, tanto em São Luís, como em todo o Maranhão.

“É de grande importância fazer essa prévia na Concha Acústica, que é o Maranhão de Reencontros. Os investimentos do governo estadual são fundamentais para o sucesso do evento, beneficiando tanto a economia local quanto a estadual. Ano passado, o governo investiu mais de R$ 50 milhões, em troca, tivemos retorno de mais de R$ 250 milhões. Neste ano, não será diferente”, assegurou Arruda.

A festa atraiu também turistas, como Claudia Rocha, de São Paulo, que expressou seu encantamento. “Está tudo maravilhoso, eu nunca tinha visto, é a primeira vez. Estou muito encantada com tudo isso. Eu nunca imaginei que era desse jeito, inclusive, estou gravando tudo e mandando no WhatsApp. Estou muito feliz”, disse a visitante.

Para Conceição Rodrigues, vendedora e beneficiária do programa estadual Mais Renda, o evento é uma excelente oportunidade para aumentar o faturamento familiar.

“É gratificante, porque a gente vive nessa luta para conseguir uma renda extra. Quando chega esse período do São João, a gente fica esperançoso em vender mais e ter um bom resultado. Eu espero que muita gente venha comprar com a gente. Esse evento é uma antecipação do São João, então, é muito bom”, destacou a vendedora.

Dryelle Silva, professora universitária, ressaltou o impacto econômico e cultural do evento. ”Essa é uma festa que fomenta a economia, que faz com que todos passem a confraternizar mais. Ela chama os turistas,
aumentando, ainda mais, o turismo. E, também, faz com que as pessoas da terra vivam novamente essa cultura, esse encanto que é o São João do Maranhão. Eu vejo assim, nesse sentido”, afirmou a educadora.

Para Fran Assunção, dançarina e integrante de uma companhia de dança, o evento é um reconhecimento importante da cultura local. “Para mim, que saio em uma companhia que faz parte do São João, o Maranhão de Reencontros é lindo de se ver, e faz com que a gente se sinta valorizado pelo Governo do Estado. Além de tudo, é um incentivo e é a divulgação da nossa cultura às pessoas que vêm de fora”, pontuou a brincante.

Fotos: Fernando dos Anjos

Seja o primeiro à comentar em "Maranhão de Reencontros encanta e movimenta a economia local"