Porto do Itaqui recebe diagnóstico do plano de descarbonização

O Porto do Itaqui dá um passo significativo em sua jornada de descarbonização. Nesta quinta-feira (23), a Fundación Valenciaport, parceira estratégica do Porto do Itaqui, conclui com sucesso a fase de diagnóstico do plano de descarbonização.

Nesta etapa crucial foram mapeadas as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em toda a poligonal do porto, abrangendo desde as operações e transporte de cargas até as emissões dos navios atracados no porto.

Tais resultados, diagnósticos e as estratégias para as próximas fases da elaboração do plano, como a definição de metas, serão apresentados à diretoria do Porto do Itaqui. Posteriormente, será realizada uma reunião com os operadores, arrendatários e demais membros da comunidade portuária, para compartilhar os resultados e discutir as ações necessárias  conjuntas para a  descarbonização do Porto do Itaqui.

A conclusão da fase de diagnóstico representa um marco importante para o Itaqui, que é o primeiro porto público brasileiro a contratar e implantar um plano de descarbonização de suas atividades.Com base nos dados coletados será possível traçar um caminho estratégico para reduzir significativamente as emissões de GEE, adequando o Porto do Itaqui e suas operações às mais atuais exigências e metas internacionais sobre mudanças climáticas.

Mais sobre o plano de descarbonização

O Porto do Itaqui se prepara para lançar seu plano de descarbonização, sendo pioneiro entre os portos públicos no Brasil. O principal objetivo é reduzir as emissões de gases de efeito estufa em todo o complexo portuário. Esta iniciativa é resultado de uma parceria inédita com a Fundación Valenciaport, da Espanha.

Foto: Divulçgação

Seja o primeiro à comentar em "Porto do Itaqui recebe diagnóstico do plano de descarbonização"