Felipe Camarão representa o Maranhão em missão internacional

Governadores e governadoras, além de diversos representantes dos estados do Nordeste e integrantes da Apex Brasil, estiveram durante esta última semana, em Missão Internacional promovida pelo Consórcio Nordeste, em países da Europa, com o objetivo de prospectar parcerias e futuros projetos para reforçar o papel do Nordeste Brasileiro como líder no processo de transição energética no país. O Maranhão foi representado pelo vice-governador, Felipe Camarão, que participou da missão, por determinação do governador Carlos Brandão.

A missão iniciou em Roterdã, na Holanda, onde foram promovidos encontros com empresas durante o World Hydrogen 2024, maior evento de hidrogênio verde do mundo, que reuniu milhares de profissionais da indústria de energia mundial. A equipe de governadores e técnicos dos estados apresentou o potencial energético da região, com destaque para a capacidade produtiva de energia renovável e limpa.

De Roterdã, a comitiva seguiu para Bruxelas, capital da Bélgica, onde reuniu-se com representantes do Governo Belga, e da Comissão Europeia, para debater sobre a transição energética. Na capital Belga, a primeira agenda da comitiva do Consórcio Nordeste contou com a presença da Princesa Astrid da Bélgica e outros ministros e empresários do país, no Palácio d’Egmont. Na ocasião, os representantes belgas anunciaram que realizarão uma missão no Brasil em novembro deste ano, com cerca de 300 empresários, com o objetivo de conhecer projetos brasileiros e incrementar as relações comerciais entre os países. O encontro promoveu uma forte aproximação dos chefes do Executivo dos Estados do Nordeste e o Governo Belga.

A comitiva também se reuniu com o alto comissário da União Europeia e empresários, onde pode apresentar soluções para a produção de hidrogênio verde e de energia eólica e solar na região, colocando-se não apenas como exportador de hidrogênio verde, mas principalmente como vetor para a própria reindustrialização do Nordeste.

Na ocasião, foi assinado um Termo de Cooperação Técnica entre o Consórcio Nordeste e a ApexBrasil visando promover as exportações e atração de investimentos estrangeiros, bem como fortalecer a imagem e compartilhar dados para fomentar o comércio, promover relações diplomáticas entre o Nordeste e países parceiros, além de trabalhar políticas públicas para a atração de investimentos estrangeiros e na promoção das exportações.

A missão oficial foi encerrada em Berlim, capital da Alemanha, onde a comitiva dialogou com cerca de 150 empresários, durante o seminário “Brazilian Northeast: Green Industry and Energy Transition Investment Opportunities” (Nordeste Brasileiro: Oportunidades de Investimento na Indústria Verde e na Transição Energética). Além disso, a equipe foi recebida pela Confederação Nacional de Indústria e Comércio da Alemanha e no Ministério da Economia e Proteção do Clima, ocasiões em que apresentou as potencialidades de cada estado, em busca de investimentos internacionais na região.

A presidenta do Consórcio Nordeste e governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, destacou a importância da missão, para debater sobre as novas tecnologias que propiciam a produção de uma energia mais limpa para o mundo.

“Aqui, estamos no centro das discussões sobre descarbonização e também onde é possível encontrar os principais envolvidos neste processo de transição energética e desenvolvimento sustentável. A nossa meta é transformar o Nordeste, em breve, em uma referência na produção de hidrogênio”, afirmou a presidenta do Consórcio Nordeste, Fátima Bezerra.

O vice-governador Felipe Camarão, que representou o governador Carlos Brandão na missão, destacou o momento como único para inserir a região, definitivamente, na discussão dessa agenda global, que é a de descarbonização do planeta.

“Nossa região além de localização estratégica, que favorece a logística, tem total capacidade para ser a maior produtora de hidrogênio verde do mundo, por ter abundância dos recursos necessários. Nessa missão conseguimos ampliar as discussões sobre o tema e estamos unidos, todos os nove estados, nessa missão de apresentar nossa região e atrair investimentos que possam alavancar esse nosso potencial e com isso gerar mais desenvolvimento para nosso povo”, declarou Felipe Camarão.

O Consórcio Nordeste e o meio ambiente

Em setembro de 2023, as governadoras e governadores nordestinos assinaram parceria com o Banco Mundial para avanço na cadeia produtiva do Hidrogênio Verde (H2V) com o objetivo de criar cadeias de valor e um polo de hidrogênio, consolidando o Nordeste como centro de economia sustentável.

Em novembro, também de 2023, o Consórcio apresentou à ministra de Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, proposta para criação do Fundo Caatinga, que destinaria recursos para a preservação do bioma. Na ocasião, ficou acertado que possíveis formatos para o fundo serão avaliados com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), entre outras organizações.

Em fevereiro deste ano, o Consórcio assinou documento denominado “Carta de Natal”, reafirmando o compromisso do grupo em atuar de maneira eficiente para mitigar os efeitos provocados pela mudança do clima.

Já em abril de 2024, o Consórcio e o Ministério de Meio Ambiente e Mudança Climática (MMA), formalizaram a criação do Fundo Caatinga com aval para o avanço em suas implementações.

Fotos: Divulgação

Seja o primeiro à comentar em "Felipe Camarão representa o Maranhão em missão internacional"