Moto anuncia demissão do treinador Márcinho Guerreiro

O Moto Club anunciou, nesta quinta-feira (18), a demissão do técnico Marcinho Guerreiro após a derrota para o Imperatriz por 3 a 1, pela segunda rodada do Campeonato Maranhense.

Em nota oficial, o Moto afirma que a saída de Marcinho não tem qualquer relação com a prisão do treinador por não pagamento de pensão alimentícia. Marcinho inclusive já foi liberado pela polícia. Veja aqui.

Mesmo com o esclarecimento do clube fica claro que o motivo da demissão não foram os resultados, afinal, o Moto tem um time limitado e ainda estamos no início da temporada. Pesou sim o episódio da prisão. Isto está mais do que claro.

Era para esperar e dar apoio ao treinador neste momento difícil….

Veja a nota na íntegra

“Em função dos resultados apresentados nos últimos jogos, o Moto Club de São Luís vem por meio desta nota informar o desligamento do Técnico Marcinho Guerreiro, do Auxiliar Técnico Luccas Guerreiro e do Analista de Desempenho Werbeth Marques.

O clube também informa que o desligamento não tem relação com o episódio ocorrido na última quarta-feira e que, mesmo se tratando de uma questão pessoal, forneceu todo o suporte jurídico necessário para que situação fosse resolvida.

O clube agradece aos profissionais pelos serviços prestados e deseja sorte em seus novos destinos”, diz a nota.

Foto: Paulo Soares/Grupo Mirante

Uma resposta para "Moto anuncia demissão do treinador Márcinho Guerreiro"

  • Glauco Frazão

    Alguma sinalização do novo treinador ?

    Uma opção acessível, seria Fernando Tonet. No momento está dirigindo o Potyguar de Currais Novos. Teve ótimas passagens por clubes do Piauí