Rigo Teles lidera com larga vantagem em última pesquisa eleitoral de 2023

O Instituto Inop realizou a pesquisa entre os dias 4 e 7 de dezembro de 2023 em 18 bairros e 13 povoados de Barra do Corda. 406 pessoas foram entrevistadas e a margem de erro é de 4 pontos para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

O prefeito de Barra do Corda Rigo Teles seria reeleito com larga vantagem se eleição fosse agora em dezembro de 2023, é o que aponta a pesquisa eleitoral realizada por um dos intitutos de maior credibilidade do Maranhão, o INOP.

Entre os dias 4 e 7 de dezembro de 2023 os pesquisadores do Inop percorreram 18 bairros e 13 povoados no município de Barra do Corda.

A primeira pergunta foi; o senhor(a) aprova ou desaprova os três anos da gestão do prefeito Rigo Teles em Barra do Corda? 83,14% responderam que aprovam a gestão de Rigo Teles.

Pesquisa eleitoral

Dentre tantas perguntas no questionário, o INOP sondou a intenção do eleitorado no que se refere a disputa eleitoral para prefeito em 2024.

Na primeira pergunta, o Inop não menciona os nomes dos possíveis pré-candidatos a prefeito. Com isso, o eleitor menciona o nome de quem bem deseja.

Se a eleição  para prefeito de Barra do Corda fosse hoje, em quem o senhor(a) votaria?

O resultado foi o seguinte;

56,65% responderam votar em Rigo Teles.

14,53% responderam votar em Adriano Brandes

1,97% responderam votar em Eric Costa

0,25% responderam votar em Vanessa Ferry

26,60% Não souberam ou não quiseram responder

O instituto fez então uma segunda pergunta, e dessa vez retirando os nomes de Eric Costa e Vanessa Ferry, mencionando apenas os nomes dos dois pré-candidatos a prefeito até agora declarados, no caso, Adriano Brandes e Rigo Teles. Vanessa nunca disse ser pré-candidata, eis o motivo da retirada do nome na pergunta induzida.

Se a eleição para prefeito de Barra do Corda fosse hoje, e se os candidatos fossem Adriano Brandes e Rigo Teles, em quem o(a) senhor(a) votaria?

62,81% responderam votar em Rigo Teles

31,28% responderam votar em Adriano Brandes

4,43% responderam não votar em nenhum dos dois

1,48% Não souberam ou não quiseram responder

Segundo o Inop, os votos de Eric Costa e Vanessa Ferry na pesquisa realizada em agosto, migraram para Adriano Brandes nessa pesquisa de dezembro. Eric Costa apareceu em agosto com 10,05% e Vanessa Ferry com 3,92% e Adriano Brandes com 14,46%, que juntos na oposição somavam 28,43%. Ou seja, 13,97% que pretendiam votar em Eric Costa e Vanessa Ferry lá em agosto, migraram para Adriano Brandes agora em dezembro/2023, chegando a 31,28% dentro da margem de erro que é de 4 pontos.

No último dia 7 de dezembro o deputado Eric Costa declarou em postagem no story do seu instagram seu apoio a pré-candidatura de Adriano Brandes a prefeito de Barra do Corda. Mas bem antes o ex-prefeito já comentava com aliados dando conta de que não concorrerá a prefeitura em 2024.

Nesta mesma pergunta, em agosto, o prefeito Rigo Teles aparecia com 67,70% na preferência do eleitorado quando seu nome foi questionado na pesquisa Inop. Segundo o instituto, Rigo Teles continua liderando com larga vantagem, aparecendo agora em dezembro com 62,81%, ou seja, dentro dos 4 pontos da margem de erro da pesquisa.

Outro ponto na pesquisa que chama atenção, é para o pequeno número de eleitores indesisos. Apenas 1,48% não sabem ainda em quem votar se a eleição fosse hoje. Ou seja, o eleitorado de Barra do Corda encontra-se com sua intenção formalizada nesta pré-campanha.

Rejeição

A rejeição em uma pesquisa eleitoral séria precisa bater com os números, mesmo que dentro da margem de erro, no que se refere a vontade do eleitor na pergunta induzida em quem ele pretende votar.

A rejeição que banhava o ex-prefeito Eric Costa e a enfermeira Vanessa Ferry na pesquisa de agosto/2023 como possíveis pré-candidatos a prefeito(a), banhou agora  Adriano Brandes. Em agosto, 49,02% afirmavam não votar de jeito nenhum em Eric Costa para prefeito, outros 8,09% afirmavam não votar de jeito nenhum em Adriano Brandes, 16,42% disseram em agosto não votar de jeito nenhum em Vanessa Ferry, 14,22% disseram também em agosto não votar de jeito nenhum em Rigo Teles e outros 12,25% não souberam ou não quiseram responder.

Com a retirada dos nomes de Eric Costa e Vanessa Ferry na pesquisa realizada agora dezembro, o Inop fez a mesma pergunta que realizou em agosto.

Se a eleição para prefeito de Barra do Corda fosse hoje e sendo esses os candidatos, Adriano Brandes e Rigo Teles. Em quem o senhor(a) não votariam de jeito nenhum?

O resultado foi o seguinte;

59,61% responderam não votar de jeito nenhum em Adriano Brandes

26,11%  responderam não votar de jeito nenhum em Rigo Teles

14,28% não souberam ou não quiseram responder

Ou seja, a pesquisa acerta em cheio dentro da margem de erro. Os 59,61% que afirmam não votar de jeito nenhum em Adriano Brandes pertecem aos 62,81% que afirmam votar em Rigo Teles. E os 26,11% que afirmam não votar de jeito nenhum em Rigo Teles, pertecem aos 31,28% que afirmam votar em Adriano Brandes, dentro da margem de erro que é de 4 pontos para mais ou menos.

Ainda dentro do quesito rejeição, 14,28% preferiram não responder na pesquisa em quem não votaria de jeito nenhum..

Segundo Dalva Lemos, propriétaria do Instituto Inop, se a eleição para prefeito de Barra do Corda fosse agora em dezembro/2023, o prefeito Rigo Teles seria reeleito com uma diferença de votos superior a de 2020. “O prefeito Rigo Teles possui uma das melhores aprovações de gestão entre os prefeitos do interior do Maranhão. Desde 2021 nós sondamos perante a população o que acha da gestão dele. Agora em 2023 realizamos duas pesquisas sondando o campo eleitoral, uma em agosto e agora essa de dezembro. Se a eleição fosse agora, a diferença de votos seria superior a de 2020, sem dúvidas. Faltando quatro dias para as eleições de 2020 mostramos mediante pesquisa que ele venceria com mais de 6 mil votos de maioria, e ele venceu com 6.136. Pesquisa séria não erra, nem que seja dentro da margem”, disse Dalva Lemos.

Foto: Divulgação

Seja o primeiro à comentar em "Rigo Teles lidera com larga vantagem em última pesquisa eleitoral de 2023"