Brandão discute medidas econômicas no Fórum de Governadores

O governador Carlos Brandão participou, nesta quinta-feira (26), em Brasília, do Fórum Nacional de Governadores, que reuniu os chefes do Executivo de todo o Brasil para a discussão dos projetos estruturantes regionais e estaduais que serão encaminhados ao presidente Lula em reunião que será realizada nesta sexta-feira (27).

O durante o diálogo preparatório, os governadores decidiram levar à reunião com o presidente da República importantes e inadiáveis questões econômicas como as perdas nas arrecadações dos estados em relação ao ICMS sobre combustíveis, e a solicitação de mudanças da Capacidades de Pagamento (Capag), que mede a saúde financeira dos estados que necessitam tomar empréstimos junto ao governo federal.

Visando a importância e a necessidade de força jurídica, está prevista, ainda, a discussão da pauta que planeja institucionalizar o Fórum de Governadores.

“Aqui em Brasília encerramos uma reunião do Fórum de Governadores do Brasil, foi um diálogo preparatório para a reunião que teremos com o presidente Lula. Ficou decidido que cada consórcio de cada região irá apresentar um projeto estruturante, e cada governo deve apresentar três projetos para cada estado”, disse o governador Carlos Brandão.

O governador também destaca que ao se reunirem junto ao presidente, será inevitável a discussão de pautas como a reavaliação de arrecadação de impostos.

“Desta forma, iremos discutir amanhã com o presidente e, lógico, entraremos também em uma pauta fiscal, todos os estados foram atingidos por perdas de arrecadação. Eu não tenho dúvida que essa pauta virá”, destacou Brandão.

O governador comemora a reabertura de um canal de diálogo junto aos governadores por parte do Governo Lula, possibilitando importantes discussões sobre demandas estruturantes regionais e estaduais.

“É um momento ímpar para os estados e para o Brasil, em que se abre um diálogo com o presidente Lula. Há muito tempo não se tinha diálogo com a Presidência, e agora, com menos de um mês de governo, faremos uma reunião para serem discutidas várias demandas regionais e estaduais. Acredito que será uma reunião muito proveitosa, estamos todos muito otimistas”, comemorou o governador maranhense.

Na oportunidade, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, falou sobre a grande necessidade das recomposições das receitas dos Estados e defendeu que somente a partir de um diálogo e um trabalho em conjunto com o governo federal será possível desenvolver uma solução.

“A nossa grande expectativa para amanhã é a retomada do Pacto Federativo. A partir de agora, que o diálogo se estabeleça como uma prática de governança permanente, e ao invés do conflito e da desunião, a gente tenha exatamente o diálogo e a sinergia para que, juntos, os governos estaduais e o governo federal possam buscar os caminhos e soluções mais adequadas para responder aos desafios”, pontuou a governadora.

Foto: Divulgação

Seja o primeiro à comentar em "Brandão discute medidas econômicas no Fórum de Governadores"