Carlos Lula destaca envio das Forças de Saúde para ajuda aos Yanomami


O deputado estadual diplomado, Carlos Lula (PSB), utilizou as redes sociais, nesta terça-feira (24), para parabenizar o Governo do Maranhão pela iniciativa de colocar a equipe da Força Estadual de Saúde do Maranhão (FESMA) à disposição para auxiliar na assistência aos Yanomamis, no estado de Roraima. Atualmente, o povo indígenas passa por uma crise sanitária e nutricional sem precedentes.

“Parabenizo @carlosbrandaoma e @tjmfernandes0 por colocar a equipe da FESMA à disposição para contribuir com a ajuda humanitária coordenada pelo @minsaude no Território Yanomami. A experiência da FESMA será um grande aditivo às ações de assistência e cuidado dos nossos irmãos”, escreveu no Twitter.

O Programa Força Estadual de Saúde do Maranhão (FESMA) foi instituído em 2015, e ganhou força durante a gestão de Carlos Lula, como Secretário de Estado da Saúde entre os anos de 2016 e 2022.

No Maranhão, as equipes da Força Estadual de Saúde atuam em comunidades remanescentes de quilombos, em municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e população indígena. A atuação dos profissionais da saúde ganhou maior destaque durante a pandemia da Covid-19 e a vacinação dos grupos étnicos do Maranhão.

Desde a descoberta do descaso com a política de atenção à população indígena Yanomami, Carlos Lula têm denunciado o número de crianças mortas durante os quatro anos do governo Jair Bolsonaro.

“A informação é de que 570 crianças Yanomami com menos de 5 anos de idade morreram de causas evitáveis nos 4 anos do governo de Bolsonaro. E mais uma vez, assim como na tragédia da pandemia da Covid-19, o SUS ressurge para salvar vidas abandonadas pela negligência do antigo governo, que parecia ter prazer na morte de seu povo”, denunciou.

Foto: Divulgação

Seja o primeiro à comentar em "Carlos Lula destaca envio das Forças de Saúde para ajuda aos Yanomami"