Espaços de São Luís começam a entrar no clima de São João

Após dois anos de espera, o Maranhão volta a realizar as famosas e aguardadas festas de São João. Uma vasta programação foi montada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), incluindo prévias realizadas na Concha Acústica da Lagoa da Jansen.

Também em alguns locais é possível notar que o espírito junino já chegou e está fazendo a alegria de moradores e turistas. O Monumento Arrastão, na Avenida Litorânea, é um deles. Outro, bastante simbólico no período junino, é a Capela de São Pedro, ambos reformados pelo Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM).

O Monumento Arrastão, conhecido, também, como Monumento aos Pescadores, teve a revitalização finalizada em março deste ano. Por ser um dos locais de maior procura por quem visita a Avenida Litorânea, foi um dos pontos escolhidos pela Secretaria de Estado da Cultura para receber decoração inspirada no Bumba-Meu-Boi, intervenção que faz parte do projeto de São João do Maranhão deste ano.

A obra recebeu serviços de restauração completa, o que incluiu recuperação da fibra de vidro com resina; pintura para proteção; estruturação da escultura, bem como recuperação total das fixações e da estrutura em aço que compõe a rede de pescador, que leva o nome de arrastão, bem como iluminação adequada. “A obra é considerada um cartão-postal de São Luís e há alguns anos não recebia nenhum tipo de restauração. Agora, não apenas voltou a encantar quem passa pelo local, como passou a fazer parte do São João de nosso estado”, destaca o presidente da AGEM, Leônidas Araújo.

Festa e religiosidade – A Capela de São Pedro, por sua vez, é um dos locais centrais da festa junina do Maranhão, espaço onde acontece o encontro de bumba-boi para homenagear o Dia de São Pedro, que é comemorado em 29 de junho. Trata-se de uma das maiores tradições dos festejos juninos maranhenses e que, este ano, será realizado no Largo de São Pedro totalmente reformado.

A obra foi entregue em dezembro passado, após serviços realizados em uma área de aproximadamente 9.500m², que incluíram recuperação de calçadas e da estrutura de contenção; instalações elétrica e hidráulica; pinturas; paisagismo; serviços complementares, além da recuperação da estrutura da Capela propriamente dita. Os trabalhos foram realizados tanto na Capela, quanto na área que faz parte do complexo do Largo de São Pedro. “As calçadas, inclusive, ganharam nova concretagem e a cobertura teve a lona tensionada totalmente recuperada”, completa Leônidas Araújo.

O maior de todos – Segundo o secretário Paulo Victor, da Secma, este será o maior São João de todos os anos do Maranhão, a começar pelo tempo de realização das festas, que será de 28 de maio a 31 de julho. “Serão dois meses de festança. O Governo do Estado preparou tudo com muito cuidado, pois se trata de um período cultural e religioso de muita importância para a nossa população e que, há dois anos, por conta da pandemia, não ocorria”, afirmou Paulo Victor.

Além dos aspectos cultural e religioso, o secretário ressaltou que as festas juninas movimentam várias cadeias produtivas no estado. “Há, também, geração de emprego e renda para a população, bem como benefícios para fazedores de cultura, artistas, taxistas, motoristas de aplicativos, vendedores ambulantes, rede hoteleira, restaurantes e outros setores”, finalizou.

Fotos: Divulgação

Uma resposta para "Espaços de São Luís começam a entrar no clima de São João"

  • Reynaldo Pinto Filho

    Até agora não olhei nenhuma novidade e o que estava parado voltou a funcionar como antes nos referidos lugares desses festejos. Talvez a diferença esteja no montante exorbitante de 25 milhões para ser gasto em 60 dias. Esse secretário esqueceu de valorizar os vivas das comunidades e com isso levaria até essas localidades a cultura do próprio bairro e de outras localidades,incentivaria o comercio local e paralelamente abriria um campo de oportunidades para que a comunidade em geral possa ter um ganho financeiro.