Ricardo defende adiamento do início das aulas nas escolas

Por Ricardo Murad

Ë fato que quem teve Covid pega de novo. Todos estão pegando Covid novamente. A estória da imunidade adquirida porque já teve a doença ou se vacinou é falsa. Quem já teve ou se vacinou pega novamente só que de forma leve mas transmitem a doença.

Me impressiona que estão determinando a volta das crianças para as salas de aula sem que estejam vacinadas. Se transformarão em alvos da Covid.

É fato que quem pegou Covid pega de novo e contaminam as pessoas, como também é sabido que as vacinas não imunizam apenas evitam hospitalização e o agravamento da doença. Imaginem nas escolas, onde diretores, professores e funcionários estarão protegidos porque já vacinados transmitindo para os alunos que não foram vacinados?

Qual é a lógica de se iniciar aulas colocando crianças na escola sem vacina? Estamos colocando em risco a vida de pessoas inocentes que não podem se defender e nem decidir por si como um adulto.  Começar aula na próxima segunda ou terça-feira da semana que vem é uma atitude, me desculpem, irresponsável.

Estatisticamente as crianças realmente não tem a forma grave da doença e apresentam baixo risco de morte, mas colocá-las sem vacina nas salas de aula, nesse boom de infecção que estamos tendo, com os adultos vacinados e protegidos, é expo-las a um risco desnecessário e perigoso.

Os adultos vacinados, tendo tido ou não tendo tido Covid irão contaminar as crianças que não estarão protegidas. É uma atitude que precisa ser repensada.

Vamos adiar o início das aulas e vacinar as crianças. As vacinas chegaram e após vacina-las que comecem as aulas com as crianças em segurança. Isso não pode acontecer. Os hospitais estão superlotando novamente. A coisa tá feia. Eu não mandaria meus filhos para a escola sem estarem vacinados. Andrea minha filha teve Covid, tomou as duas doses da vacina e está com Covid novamente. Pais, mães e responsáveis pensem nisso.

*Ricardo Murad é ex-secretário de Saúde do Maranhão

Uma resposta para "Ricardo defende adiamento do início das aulas nas escolas"

  • Jorgelina

    A Secretaria Adjunta da Sagrima , Cicilia Costa, e a Presidente da Aged, Fabiola Ewerton estão exercendo ILEGALMENTE a profissão de Engenheiras Agrônomas.

    Ambas NÃO pagam o CREA a mais de 10 anos!

    É obrigatório pagar anuidade do Crea?
    Lei Brasileira

    Aqui, no Brasil, para que um profissional graduado seja certificado, precisa pagar a taxa de anuidade para o Conselho Regional a cuja jurisdição pertence. Ou seja, ele só poderá exercer legalmente se manter o seu registro ativo e pagar em dia as suas anuidades e taxas de ART, quando for o caso.