Árbitro relata objetos jogados pela torcida do Sampaio

O comportamento inadequado de alguns torcedores pode acabar provocando prejuízo para o Sampaio na sequência do Campeonato Brasileiro Série B.

O árbitro Caio Max Augusto Vieira, do Rio Grande do Norte, que dirigiu a partida entre Sampaio e Vasco, no último o sábado (9), relatou o arremesso de objetos por torcedores do Sampaio que estavam no Setor 1,  contra a arbitragem.

Segundo o árbitro, por pouco os objetos arremessados no intervalo da partida não atingiu os membros da arbitragem.

“Informo que no intervalo, quando a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário, vinda da torcida do Sampaio Corrêa foi arremessado uma garrafa plástica contendo liquido em direção ao quarteto de arbitragem, vale salientar que por pouco não chegou a atingir nenhum dos membros”, relatou.

Nenhum torcedor do Sampaio foi identificado como responsável pelo arremesso dos objetos.

A pena nestes caso e de multa de R$ 100,00 a R$ 100.000,00 até perda de um a dez mandos de campo.

Aliás os torcedores maranhenses tem abusado nessa postura. No jogo entre Moto e América-RN, torcedores do Moto também arremessaram objetos contra a arbitragem e até jogadores adversários, no estádio Nhozinho Santos. Deve sobrar para o Moto também, pois nenhum torcedor foi identificado.

Foto: John Tavares/Sampaio Corrêa

Seja o primeiro à comentar em "Árbitro relata objetos jogados pela torcida do Sampaio"