Banner

Moto vai representar contra o árbitro Ranílton Oliveira

O presidente do Moto Natanael Júnior disse nesta segunda-feira (3) que o clube fará uma representação contra o árbitro Ranílton Oliveira junto à Comissão de Arbitragem da FMF.

O Moto entende que foi prejudicado pelo árbitro na partida contra o Juventude, em São Mateus. no empate por 1 a 1, pela semifinal do Campeonato Maranhense.

O Moto reclama que o pênalti que originou o gol de empate do Juventude não houve e reclama que houve um lance semelhante em Cleitinho, mas Ranílton Oliveira não marcou.

Para Natanael Júnior, o árbitro não utilizou do mesmo critério na expulsão do zagueiro rodrigo. Ele reclama que Negueba levou uma falta semelhante e o árbitro mandou seguir. Além disso reclama que a todo momento o árbitro tentou intimidar o time do Moto.

Natanael disse que haviam em torno de 100 pessoas dentro do estádio e reclamou que o presidente do Juventude, Miltinho Dias e assessores estivessem posicionados atrás do banco de resrvas do Moto e tenham tentado atrapalhar o trabalho do técnico Júnior Amorim.

O fato é que a arbitragem de Ranílton Oliveira foi confusa e não utilizou os mesmos critérios. E acabou provocando mita reclamação. Nesse sentido, a Ceaf deve neste momento tomar o cuidado e escalar os melhores árbitros tecnicamente.

Foto: Reprodução

Seja o primeiro à comentar em "Moto vai representar contra o árbitro Ranílton Oliveira"