Banner

Sampaio usa discurso ruim antes do duelo com o Ceará

O Sampaio tem jogo decisivo contra o Ceará, neste domingo (18), às 16h, na Arena Castelão, em Fortaleza, pelas quartas-de-final da Copa do Nordeste. A partida vale vaga na semifinal e pelo regulamento ninguém tem vantagem e em caso de empate no tempo nornal a vaga será decidida nos pênaltis.

Desde que o Sampaio garantiu a classificação no último sábado, a preocupação foi uma só: “vamos enfrentar um time de Série A”. E é isso que tenho ouvido a todo momento.

É impressionante como nas entrevistas, jogadores, comissão técnica e, principalmente dirigentes, só falam nisso. Até parecem que antes mesmo de enfrentar o Ceará já estão buscando uma explicação para uma possível eliminação.

Que o Sampaio é uma equipe inferior todo mundo sabe. Que o patamar do Ceará é outro disso ninguém tem dúvida. Mas porque exaltar sempre a qualidade do adversário e passar, nas entrelinhas para o torcedor que é impossível seguir adiante?

Não me iludo com a inferioridade do Sampaio, mas nem por isso vou dizer que será impossível. Mas quando essa voz começa a ecoar dentro do clube as coisas ficam muito mais complicadas. Eles são de Série A? É verdade, mas deixem isso prá lá. Caramba!!!!!! É sempre a mesma coisa????

Se o Sampaio entrar em campo com essa mentalidade de derrotado vai mesmo perder o confronto. Não tem jeito.

Reconhecer a qualidade do adversário é bom, mas transformar isso em algo impossível de ser alcançado é ainda pior.

Que ninguém se iluda com o Sampaio, mas que ninguém no clube se faça inferior ou incapaz antes mesmo do jogo ser jogado.

Foto: Ronald Felipe/Sampaio

2 comentários para "Sampaio usa discurso ruim antes do duelo com o Ceará"

  • alex

    Concordo plenamente com o comentário. Basta lembrar que nas duas últimas edições da Copa do Brasil o Sampaio foi eliminado por times da série D, mas que não jogaram com espírito de inferioridade e acabaram vencendo o Sampaio, time de série B.

  • Gilvan Costa

    Esse discurso pobre, covarde e vergonhoso, parte do próprio presidente, primeiramente; foi assim na série B do ano passado, quando ele foi o primeiro a dizer que não queria o Sampaio na série A. Aí, amigo, fica difícil.