Felipe Camarão prevê volta das aulas híbridas em agosto

O secretário de Educação, Felipe Camarão disse que o momento por conta da pandemia está sendo desafiador para a educação no Maranhão. Ele alertou em entrevista ao Ponto Final, na Rádio Mirante AM, para os efeitos que serão sentidos pela sociedade nos próximos anos.

“É o momento mais difícil da história do Brasil. É claro que com relação à saúde, mas também sobre a educação. Os efeitos não estão sendo sentido agora, mas nos próximos anos a sociedade vai ver o reflexo deste momento, principalmente os efeitos. Está sendo desafiador demais esse momento”, disse.

Felipe Camarão lembrou que o governo criou diversos mecanismo para levar o ensino na rede pública até os alunos, dentre eles a distribuição de chips, plataforma no Youtube, material impresso e aulas em rádio e televisão aberta, por meio da TV Educação. E afirmou que trabalha no sentido de resgatar o aluno para voltar às escolas.

“O principal problema hoje tem sido resgatar o vínculo do estudante com a escola. Vamos ter a maior evasão escolar no Brasil em todos os anos e por isso estamos trabalhando muito focado na recuperação desses estudantes”, afirmou.

O secretário destacou a importância do programa Escola Dignar e reafirmou que mesmo com a pandemia tem trabalhado em novas escolas e que pretende chegar a todos os municípios maranhenses.

“Com essas vinte e duas que nós vamos inaugurar após a pandemia, vamos chegar a 1.330 escolas dignas. Já entregamos obras em 200 municípios, em outras seis vamos entregar em breve e vamos chegar a ações da Seduc em todas as cidades do Maranhão”, disse.

Felipe Camarão disse que os professores vão entrar no grupo prioritário de vacinação e devem ser imunizados até o meio do ano.

“A gente acredita que até o meio do ano todos os professores estejam vacinados e a partir daí vamos poder voltar ao sistema híbrido de ensino,possivelmente de agosto em diante. A escola aberta é fundamental, mas nós precisamos de professores e alunos vivos e com saúde”, explicou.

Ainda segundo Camarão, a previsão para a realização do vestibular da Uema é para o mês de julho.

Camarão finalizou a entrevista confirmando que deixará do cargo em abril para a disputa da eleição para o cargo de deputado federal.

A entrevista completa você acompanha no site da Rádio Mirante AM

Foto: Zeca Soares

6 comentários para "Felipe Camarão prevê volta das aulas híbridas em agosto"

  • Paulo Henrique

    Sem sombra de dúvidas Felipe Camarão é o principal gestor do time do governador Flávio dino e pelo trabalho que faz na educação tem um futuro político brilhante e pode sim vir a ser um grande representante maranhense na Câmara dos Deputados.

    • Zeca Soares

      Concordo com você Paulo Henrique. Conheço Felipe Camarão há muito tempo e ele está no caminho certo. acho que poderemos ter mais um bom parlamentar, pois atualmente já temos alguns.

  • Ana Cláudia

    Sou professora e posso dizer a vocês que confio e voto no secretário Felipe Camarão pelo seu trabalho e pelo respeito aos professores.

  • Ricardo

    FELIPE CAMARÃO É UM GRANDE NOME E SERÁ UM GRANDE DEPUTADO.

  • Lourdes Anchieta

    Graças a Deus vamos ter a volta às aulas presenciais também, pois o meu filho está desmotivado demais e por mais que a gente converse e tente estimular não é fácil, pois perdeu o hábito de estudar e esse como diz o secretário Felipe Camarão é o desafio para as escolas e para os pais também.

    • Zeca Soares

      Essa foi a informação mais relevante da entrevista e que boa notícia aos estudantes da rede pública estadual.