Márcio Jardim denuncia coação a petistas pelo governo

É gravíssima a denúncia feitas nas redes sociais pelo petista Márcio jardim, ex-secretário de Desporto e Lazer (Sedel), do governo Flávio Dino. O fato merece a atenção e a investigação urgente do Ministério Público Eleitoral (MPE). Já está na hora da Justiça Eleitoral começar a investigar tudo isso.

No Twitter, Márcio Jardim questionou porque todos que pensam diferente do governador são classificados como traidores. E tudo começou depois que os secretários de Flávio Dino, um atrás do outro, começaram a declarar voto e a participar de reuniões para apoiar a candidatura de Duarte Júnior. Um que não fez cerimônia foi o secretário de Turismo, Catulê Júnior que afirmou: “Missão dada é missão cumprida˜.

“Emoções a parte, só pra eu entender: todo aquele que não seguir a determinação dos Leões vira traidor? Quer dizer que o governo pode abrigar na sua morada toda espécie de fauna e flora da extrema-direita bolsonarista, mas ninguém tem o direito de ousar pensar diferente do chefe?”, disse.

Agora, ainda mais grave foi a afirmação de que um secretário adjunto de Flávio Dino tem feito ligações telefônicas de dentro do Palácio para coagir petistas que ocupam cargos no governo. “Isso não tem precedentes. É gravíssimo”, afirmou.

Fotos: Redes Sociais

Seja o primeiro à comentar em "Márcio Jardim denuncia coação a petistas pelo governo"