Fracassa tentativa de Flávio Dino de nacionalizar 2º turno

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), sofreu mais uma derrota na tentativa de nacionalizar a disputa eleitoral na capital maranhense, entre os candidatos Eduardo Braide (Podemos) e Duarte Júnior (Republicanos).

Tanto o comunista, quanto a campanha de Duarte Júnior, que reclamou de ser alvo dessa Fake News, tentam fazer ilação entre a candidatura de Braide e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

No entanto, curiosamente, coube ao PT, o mais independente, não o subserviente ao Palácio dos Leões, por uma pá de cal na tentativa de Flávio Dino e da campanha de Duarte Júnior.

Duas alas do PT no Maranhão oficializaram apoio a candidatura de Braide. O primeiro grupo a confirmar apoio foi o de Eri Castro, que esteve no comitê do candidato declarando que marchará com ele no 2º Turno.

Outro apoio de fundamental importância para enterrar a Fake News foi o apoio da maior corrente do PT, a CNB – Construindo um Novo Brasil.

A CNB, que tem a frente o deputado estadual Zé Inácio, fez um comunicado destacando a postura de independência de Eduardo Braide com relação ao Governo Bolsonaro.

“Tendo votado contrariamente à orientação do governo Bolsonaro em temas importantes como a Reforma da Previdência, o Novo Marco Legal do Saneamento Básico, MP da flexibilização das regras trabalhistas durante a pandemia e o Novo FUNDEB”.

O comunicado ainda ressaltou o atrelamento de Duarte Júnior com o presidente Jair Bolsonaro, fazendo referência a uma declaração do próprio Duarte quando se filiou no Republicanos.

“O candidato Duarte Júnior, que abandonou as fileiras do PCdoB para se filiar ao partido dos filhos de Bolsonaro (Republicanos), já fez declaração pública – como se fosse motivo de orgulho – de que integra o partido da base aliada de Jair Bolsonaro, usando tal discurso como meio de conquistar apoio político e votos”, diz o comunicado, se referindo ao vídeo abaixo, que parece não ter sido assistido pelo governador Flávio Dino.

Blog do Jorge Aragão

Seja o primeiro à comentar em "Fracassa tentativa de Flávio Dino de nacionalizar 2º turno"