Duarte e Rubens esquentam o clima na campanha em SL

O clima entre os candidatos Duarte Júnior (Republicanos) e Rubens Júnior (PCdoB) que já não era bom desde que este foi escolhido como candidato do partido do governador Flávio Dino esquentou de vez ontem. Hoje, mais cedo já havia abordado esse assunto, mas vamos a outros detalhes.

Tudo começou quando Rubens Júnior gravou um vídeo afirmando que o presidente do partido (Juscelino Filho) do candidato de Duarte Júnior esteve ao lado do presidente de Jair Bolsonaro. Mas antes, Rubens já tinha ido à Justiça para proibir que Duarte usasse o nome do Procon.

Só que Duarte resolveu reagir e não poupou nem o pai de Rubens Júnior que se recupera da Covid-19. Veja o vídeo.

“Eu sou amigo de fulano, eu sou amigo de cicrano. Ele está desesperado, ele já está ficando doido porque não consegue sair de 1% e agora tuitou que eu estou com Bolsonaro… Bolsonaro está aqui gente? Não… Contra a mentira, contra a fake news. Se o cidadão é bandido para mentir, para iludir para as pessoas, um bandido desse, filho de um ficha suja, de um condenado, pode ter certeza que não vai chegar na Prefeitura, meu irmão, porque eu não vou deixar. E olha só, aqui a minha militância não é partidária, aqui é trabalho, aqui é 10, aqui é vonmtade, aqui é trabalho. Vai perder porque mente, mente e a verdade está aqui”, afirmou Duarte.

Rubens Júnior classificou a atitude de Duarte como baixaria e condenou o que chamou agressão familiar. Veja o vídeo.

“Hoje eu fiz uma crítica política ao candidato Duarte. Eu falei que o presidente do partido dele foi lá receber o Bolsonaro no aeroporto, mostrando apenas a vinculação política. Na resposta, ele resolveu agredir a mim, ao meu partido e o mais grave ao meu pai que está na UTI lutando pela vida e nem pode se defender. Isso é covarde. É inaceitável a baixaria de agredir familiares. Ainda mais numa situação como se encontra a minha família. Para ser prefeito, é preciso ter maturidade, responsabilidade e respeito. Mesmo com o ritmo intenso da campanha, várias vezes eu durmo com o meu pai no hospital até porque disputa política não é tudo. Há muitas coisas mais importantes e com certeza a família é uma dessas. Eu não acredito e nem pratico o vale tudo na política. Crítica política é normal. Ataque à família é inaceitável, é indigno. eu quero debater a cidade, debater propostas, mas não baixarias ainda mais contra a minha família”, rebateu Rubens Júnior.

Rubens Jùnior só não explicou a presença do presidente do PP, deputado André Fufuca ao lado de Jair Bolsonaro, pelo contrário segue afirmando que ninguém que está com ele está com Bolsonaro, o que não é a verdade. Isso Rubens Júnior precisa explicar também, afinal ele sempre diz que não esconde aliado.

Fotos: Reprodução

Seja o primeiro à comentar em "Duarte e Rubens esquentam o clima na campanha em SL"