Candidatos a prefeito apontam caminhos para o esporte

Um dos temas que poucas vezes é mencionado pelos candidatos na propaganda política é o esporte. Isto tem sido comum nas eleições no Maranhão.

A reclamação é grande por parte dos desportistas que sempre alegam ficar em segundo plano e nem preciso dizer para ninguém a importância que o esporte tem para a vida de cada cidadão.

Na eleição anterior na capital, um dos temas principais foi a situação do Nhozinho Santos. A reforma demorou e isso todo mundo sabe, mas o prefeito Edivaldo Holanda Júnior cumpriu o compromisso e entregou o estádio após a maior reforma já realizada em 70 anos de história.

Também apontamos avanço com a requalificação do Parque do Bom Menino, mas muita coisa e muitos espaços de esporte e lazer ainda precisam ser revitalizados na cidade e, diria mais precisam ter manutenção permanente.

O Blog do Zeca Soares foi atrás das principais propostas de cada um dos 10 candidatos a prefeito de São Luís. Veja aqui as propostas:

Eduardo Braide (Podemos)

“Implantar o programa Esporte nas Escolas, ofertando esporte e lazer a toda a comunidade escolar com acompanhamento profissional; criar o Calendário Anual de Esportes de São Luís com a participação das entidades esportivas, melhorar o diálogo com os clubes profissionais e requalificar os Jogos Escolares Ludovicenses; construir e ampliar equipamentos esportivos e áreas de lazer nos bairros; criar o projeto Lazer nos Bairros, com acompanhamento de profissionais; estimular e apoiar escolinhas de diversas modalidades esportivas”.

Duarte Júnior (Republicanos)

“Em nossa gestão na prefeitura de São Luís, daremos continuidade a ações importantes iniciadas na atual gestão, mas vamos melhorá-las. Por exemplo, as várias praças com equipamentos esportivos terão monitoramento de profissionais de educação física, para que os usuários possam receber orientação adequada. Nas escolas públicas municipais, vamos investir em ginásios e quadras poliesportivas, possibilitando que a comunidade do bairro onde a escola está localizada também possa ser beneficiada com os equipamentos, gerando, assim, integração social entre moradores e a comunidade escolar. Iremos também valorizar espaços públicos com parques e jardins, principalmente em bairros mais periféricos”.

Yglésio Moises (Pros)

“Para o esporte, nós vamos viabilizar projetos de incentivo não só ao esporte, mas, também, ao lazer, dando prioridade a bairros carentes; tornaremos as praias mais acessíveis às pessoas com deficiência, além de proporcionar atividades esportivas a elas e todos os ludovicenses; e, também, vamos viabilizar a construção de quadras poliesportivas na zona rural que, em conjunto a primeira proposta, incentivaremos a prática esportivas na região, dando às pessoas incentivo para que tenham uma vida mais saudável”.

Neto Evangelista (Democratas)

“Vamos construir 6 Centros de Esporte e Paz, dotados de infraestrutura para prática de esportes e atividades de lazer e inspirados na bem sucedida experiência de Medellín (Colômbia) de prevenção à violência. Além disso, vamos ampliar e manter os espaços públicos do município para atividades de treinamento, esportes e lazer; viabilizar, em parceria com o governo federal, Centros Esportivos de Alto Rendimento; implementar a Política Pública de Esporte e Lazer; regulamentar a Lei de Incentivo ao Esporte; criar o programa “Bolsa Atleta Municipal; fomentar as parcerias da Prefeitura com as federações por meio da Lei de Incentivo ao Esporte; apoiar os clubes de futebol profissional; e levar os Jogos Radicais para outros bairros”.

Jeisael Marx (Rede)

“Vamos elaborar o Plano Municipal de Esporte e Lazer; Estruturar os “campinhos” nos bairros e adequar os espaços existentes (Acessibilidade); Programa Escola Integrada – Programa que firmará parcerias com as organizações da sociedade civil para oferecer atividades de balé, musicalização, capoeira, arte, cultura, esporte, dentre outras atividades importantes para o desenvolvimento socioemocional de crianças e adolescentes”.

Franklin Douglas (Psol)

“Para as políticas públicas de “esporte, recreação e jogos”, propomos: (1) o Programa Cidade Atlética, que será articulado a partir de 15 Fundações Atléticas nas diversas modalidades (futebol, handebol, basquete, natação, atletismo, tabuleiro, artes marciais, fisiculturismo e crossfit, ciclismo e corridas, Xgames, paraolímpico, etc.), que trabalharão com as federações junto às escolas municipais para a prática desses esportes e na organização de um calendário de eventos esportivos; (2) criaremos 100 escolinhas de futebol que, pela própria comunidade, administrarão os 100 campos de futebol que vamos construir nos bairros; (3) triplicaremos o orçamento do esporte (hoje em 5 milhões), (4) retomaremos os JEM’s municipais e organizaremos o sistema do desporto (com conferência, conselho e fundo para viabilizar as propostas). O Esporte será estratégico em nossa gestão!”.

Rubens Jr. (PCdoB)

” Criar o Programa Mais Esporte e Lazer Municipal interligando as práticas esportivas, paradesportivas, esportes eletrônicos e atividades de lazer. Regulamentar a Lei de Incentivo ao Esporte orientada para a promoção do desenvolvimento social de regiões mais vulneráveis, por meio de incentivos fiscais a empresas e pessoas físicas. Incentivar a prática de esporte através da retomada dos Jogos Escolares Ludovicenses, do apoio ao Esporte Amador e Desporto Comunitário”.

Bira do Pindaré (PSB)

“Como prefeito de São Luís, vou tratar o esporte como um direito que pertence a todos e a todas, e implantar um programa chamado Esporte nos bairros. Queremos descentralizar as práticas esportivas, levar para as academias comunitárias, garantir os aulões esportivos com orientação de educadores físicos e, dessa forma, viabilizar uma prática necessária para a nossa saúde e bem-estar. Olhando para nossa juventude, para os nossos idosos e para aqueles que mais precisam. Essa é a nossa luta e aqui é outra história”.

Hertz Dias (PSTU)

“Esporte é fundamental para o aperfeiçoamento físico e psíquico e pode ajudar no processo de socialização e humanização dos indivíduos desde a infância até a terceira idade. Mas Infelizmente o Orçamento Municipal destina pouco mais de 5 milhões de reais para Esporte e Lazer. O PSTU propõe que metade das verbas de gabinete dos 31 vereadores que soma mais 100 milhões seja destinada para essa pasta no sentido de garantir a massificação do Esporte como política pública sobretudo nas periferias de nossa cidade”.

Silvio Antônio (PRTB)

“Incentivar a prática de esporte nas escolas municipais premiando alunos que se destaquem no esporte. Buscaremos parcerias com os clubes e associações para dar oportunidade de treinamento profissional para crianças e jovens. Proveremos as praças de São Luis com manutenção e segurança através da guarda municipal para que os espaços públicos de esporte e lazer tenham manutenção e segurança, incentivando assim a prática do esporte. Faremos parcerias com entidades do terceiro setor e iniciativa privada para darmos vida as praças e parques públicos, para que todos possam usar com segurança e de maneira democrática. Criaremos os campeonatos escolares para que alunos do ensino fundamental, público e privado, participem de competições. Fortaleceremos o JEM’S. Captação de recursos no governo federal para construção de quadras poliesportivas nas escolas. incentivar a prática esportiva nas praias, campeonato de futebol de areia, futevôleis, Kitesurf, surf e outras modalidades aquáticas”.

Uma resposta para "Candidatos a prefeito apontam caminhos para o esporte"

  • Jorge Gobel

    Meu amigo Zeca Soares, ja vi muitas promessas de candidatos a governo e prefeitura aqui no Maranhão. Todas muito sonhadoras como alguns disseram no seu post. O mais coerente e o mais realista das possíveis coisas que possam ser realizadas é do candidato Braide.
    Pelo histórico político, nossos governantes em todos os segmentos, aí entra o executivo e o legislativo, nunca deram nenhuma importância ao desporti do nosso Estado.
    Tomara que desta vez as promessas sejam cumpridas.