O projeto vitorioso do basquete maranhense

A conquista do segundo título na Liga de Basquete Feminino (LBF) deixa marcas impostantes para o esporte maranhense.

Apoiado pela Cemar e Governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, o projeto do Sampaio Basquete é vitorioso não apenas pela conquista do título em si.

Desde o início quando o projeto do basquete surgiu com o Maranhão Basquete, a Sedel e o Governo do Maranhão abraçaram a causa. Nos últimos quatro anos, o Sampaio sempre esteve na final e nesse período levantou a taça por duas vezes.

A conquista de ontem reforça a importância do Maranhão no cenário do basquete feminino nacional, até então concentrado em São Paulo.

Hoje, o Sampaio tem nada mais do que 4 atletas campeãs do Pan Americano, em Lima, no Peru. Tem cinco jogadoras convocadas para a Copa América. E atrai até o técnico da Seleção Brasileira, José Neto que ontem acompanhou o jogão com o Vera Cruz, de Campinas e aplaudiu a conquista do Sampaio.

O Maranhão e o Sampaio estão na mídia nacional por conta do basquete. Hoje, qualquer jogadora de basquete feminino quer vir para o Maranhão para atuar no Sampaio.

Mas sabe o que é mais importante de tudo isso. É que o Maranhão mostra para o basquete nacional um público que nenhum outro estado tem. Ninguém leva mais público a um ginásio de basquetebol do que o Maranhão.

O clube em si, empresta a marca do futebol ao basquete e ganha visibilidade nacional. Falta apenas que novas atletas no basquetebol maranhense surjam para o Sampaio, mas isso nós entendemos, pois não se faz uma Iziane Castro da noite para o dia.

Que bom que o projeto vitorioso do Sampaio Basquete vai continuar, pois o secretário Rogério Cafeteira, da Sedel já disse que vai renovar a parceria para 2020.

Dessa forma, o Sampaio Basquete pode se planejar melhor e formar uma equipe ainda mais competitiva no cenário nacional. E todos ganham. E nós, desportistas agradecemos.

E porque não pensarmos em uma equipe de basquete masculino? A sedel já tem em mãos um pedido do Moto neste sentido.

Foto: Matheus Marques / Sampaio Basquete

Seja o primeiro à comentar em "O projeto vitorioso do basquete maranhense"