Noite de celebração com Milton Nascimento

Quanto tempo esperamos por uma apresentação do cantor Milton Nascimento em São Luís? Essa era a pergunta que todo mundo fazia antes do show da turnê “Clube da Esquina”, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana.

A espera foi longa e mesmo com a depressão que sofre, Milton Nascimento que completa 77 anos em outubro, cantou, conversou, contou a sua história e emocionou o público maranhense numa noite que certamente ficará marcada na memória de todos.

O show teve aproximadamente 1h45minutos e faz um passeio pelo movimento musical de Minas Gerais a partir de 1972. Não faltaram clássicos como “Trem azul”, “Cais”, “Ponta de Areia”, “Um girassol da cor de seu cabelo”, “Paula e Bebeto”, “Nada será como antes”, “Para Lennon e Mccartney”, “Encontros e despedidas”…

Um dos momentos mais emocionantes é a homenagem à mãe adotiva Lilia; “Essa canção não tem letra porque não existem palavras para representar essa grande mulher”, diz Milton após a canção instrumental.

De pé, o público delira ao som de “Maria, Maria” numa grande celebração. Não era ainda o fim do show. Tinha muito mais emoção por vir.

Tímido, simples, suave, tranquilo, com voz limpa como sempre e o seu inseparável boné e óculos escuro, Milton interrompe o show uma vez para cuidados com a saúde e retorna ao palco com a dignidade que marcou toda a apresentação. Nem mesmo as mãos trêmulas o impedem de empunhar instrumentos.

Foi um show prá sempre!!!

Antes da apresentação de Milton Nascimento, a produção local assinada por Mário Moraes e Léo Felipe recepcionou o público com um coquetel e uma excelente discotecagem de MPB que foi bastante elogiada pelo público.

Foto: Paulo Soares

Seja o primeiro à comentar em "Noite de celebração com Milton Nascimento"