Rogério Cafeteira atribui derrota a si mesmo

O deputado Rogério Cafeteira, líder do governo Flávio Dino na Assembleia Legislativa, utilizou a Tribuna, nesta quarta-feira (10) para comentar o resultado das eleições 2018.

Rogério Cafeteira foi uma das ‘surpresas’ das eleições ao não conseguir se reeleger. Ele acredita que deu a sua parcela de contribuição e que se sente honrado pela liderança do governo.

“Queria agradecer aqui muito à minha família, aos meus amigos que lutaram comigo durante todo esse tempo. Agradecer muito ao governador Flávio Dino por ter me honrado com a liderança do governo. Durante os quatro anos que aqui estive, o defendi sempre. Defendi seu governo com o coração e com a razão, porque acredito nas suas ideias, nas suas propostas. Aqui, mesmo quando medidas que não eram simpáticas foram apresentadas, eu sempre fiz questão não apenas de defender aqui no plenário, mas na imprensa, em redes sociais, em todos os lugares, porque eu tinha a convicção, como tenho, que alguns remédios amargos que foram necessários serem ministrados eram fundamentais para que a gente não entrasse num estado de colapso. Tenho certeza que o Maranhão continua no rumo certo com o governador Flávio Dino. Foi uma honra para mim dar minha parcela de contribuição aqui. E a ele só tenho a agradecer”, afirmou.

Rogério Cafeteira disse que o único culpado pela sua derrota é ele mesmo. Ele disse ter traçado estratégias e feito alianças que não deram certo. Daí o resultado que causou surpresa no meio político.

“Se eu for indicar um culpado da minha eleição, só existe um: eu. Eu fiz alianças que não tiveram o resultado que eu esperava. Eu tracei estratégias que não foram as melhores. E eu acreditei, fiz prognósticos que não se concretizaram. Então eu jamais falarei que houve traição, que houve falta de apoio, porque esse principalmente não houve aqui. Só para que deixe bem claro. Porque, nesse momento, houve muitos boatos, muitas fofocas. Se eu não tive mais apoio, foi porque eu não fui atrás. Talvez eu tenha me acostumado, a fazer campanhas sem apoio do Governo do Estado. Então na hora em que eu era o líder do governo, eu não tinha ‘o cacoete’ de estar junto e está pedindo. Porque eu sei que o Governador tem muito mais coisas a fazer do que ficar atendendo questões particulares. Então aqui eu tive todo apoio do Governador Flávio Dino, toda a solidariedade dele”, disse.

Foto: Agência Assembleia

Uma resposta para "Rogério Cafeteira atribui derrota a si mesmo"

  • MARCELO BRANDÃO DOS SANTOS

    É verdade , ele foi um único culpado – simplesmente por ser um GRANDE ARROGANTE tanta nas tribunas , tanto dentro do parlamento com os colegas e fora dele.Quem se lembra do caso da briga dele na frente do Colégio Crescimento onde ele pensou que estava nas tribunas .ARRIGANTE baixe sua bola que talvez vc volte ao parlamento.Outro detalhe confiou em Dino como colete a prova de bala , fica o conselho Rogério – veja só como estar o criador da criatura o Sr. José Reinaldo Tavares