Lobão diz que o Maranhão vive ‘cenário de paralisia’

O senador Edison Lobão (MDB), que concorre à reeleição ao Senado pelo Maranhão, encerrou a série de entrevistas com os candidatos ao Senado, no programa Ponto Final, na Rádio Mirante AM, com o jornalista Roberto Fernandes. Lobão disse que a sua experiência política é a garantia de que ele está preparado fazer ainda mais pelo nosso estado. (Clique aqui que confira a entrevista na íntegra).

“O governo não consegue vencer as dificuldades maiores que se antepõe ao seu caminho. Eu acredito que através do parlamento brasileiro muita coisa pode ser feita e tem sido feita. Alguns projetos extraordinários que começaram a serem trazidos para o Maranhão, ainda em tempos anteriores e que foram estimulados pelo governo da Roseana e meu governo. Esses projetos junto à iniciativa privada precisam ser estimulados e trazidos para o Maranhão para que a economia ganhe uma configuração nova. Nós não podemos ser dependentes apenas dos recursos oficiais. É preciso que a iniciativa privada aqui se plante à indústria pesada”, afirmou.

Lobão disse que o Maranhão vive um cenário de paralisia e que o governo se limita a pequenas ações e pressão gigantesca por aumento de impostos.

“Eu vejo uma certa paralisia de tudo, o governo se limita a pequenas ações mínimas, superficiais. Não tem mais ação criadora, não há um projeto para um estado ser criado de forma densa, não existe. O que nos temos são apenas falácias politicas e a tentativa de reeleição do governo. Nada mais do que isso. Há uma pressão gigantesca por dinheiro, cobrando abusivamente impostos no estado. Nós temos exemplos gritantes, recentemente houve uma elevação no preço do ICMS, na taxa de energia elétrica que afeta todos os maranhenses. Aqui se cobra o ICMS mais caro que se possa imaginar. Não se governa com a pressão permanente dos tributos e impostos, a ponto de massacrar uma economia que já vem sofrendo e penando”, destacou.

Ele lembrou a situação da saúde e destacou que parte dos hospitais inaugurados na gestão de Flávio Dino foram construídos pela ex-governadora Roseana Sarney.

“Uma parte desses hospitais foram construídos na época da Roseana restaram poucos que não foram concluídos. Agora vimos a dificuldade do atual governo que não põe os hospitais para a funcionar. O resultado disso é que há filas de pessoas doentes nos corredores e que morrem por conta de mal atendimento. O que o governo precisa fazer é se convencer que a saúde do povo é importante, e atribuir a saúde os recursos necessários para que amenize os seus sofrimentos. Mas essas coisas rendem pouco voto e o governo só quer fazer aquilo que neste momento li atribui algum voto”. O candidato do MDB negou que os senadores maranhenses tenham dificultado a vinda de recursos ao estado, pelo contrário disse que sempre trabalhou pelo Maranhão.

“Nós sempre trabalhamos os senadores, indistintamente em favor do estado do Maranhão. Nós sempre buscamos recursos para que venham ajudar o povo do Maranhão. E esse recursos vieram, todos foram recebidos, ora pelo governo do Estado, ora pelos prefeitos dos municípios”.

Uma parte desses hospitais foram construídos na época da Roseana, restaram poucos que não foram concluídos. A essa dificuldade do atual governo que não põe os hospitais para a funcionar. O resultado disso é que há filas de pessoas doentes nos corredores, e que morrem por conta de mal atendimento. O que o governo precisa fazer é se convencer que a saúde do povo é importante, e atribuir a saúde os recursos necessários para que amenize os seus sofrimentos.Mas essas coisas rende pouco voto, e o governo só quer fazer aquilo que neste momento lhe atribui algum voto”, finalizou.

Dez dos onze candidatos que disputam o Senado pela Maranhão participaram da série de entrevistas na Rádio Mirante AM. Apenas o candidato Samuel Campelo (PSL) não compareceu.

Foto: Zeca Soares

7 comentários para "Lobão diz que o Maranhão vive ‘cenário de paralisia’"

  • Jorge

    Esse é o Lobão conhecido. Usurpou por décadas o dinheiro público, ficou milionário e agora quer posar de bom moço.

  • Jehan Saraiva

    “Nós não podemos ser dependentes apenas dos recursos oficiais. É preciso que a iniciativa privada aqui se plante à indústria pesada”, afirmou.

    Falou o ex ministro da Refinaria Fake Premium de Bacabeira. Faça-me o favor.

    • Zeca Soares

      Mas o ministro manda mais do que o presidente da República? Pelo que eu saiba foi Dilma que desistiu do projeto.

  • paulo

    Zeca , ja votei em lobao no passado , mas agora as mumias do egito tao perdendo de feio , ja passou a era dele!! Abraco grande lobao , nao da mais meu amigo!!

    • Zeca Soares

      Cara a democracia é isso casa um vota em quem achar melhor. Simples assim.

  • carlos

    Rapaz eu me assustei com a foto desse Lobão… Eu sabia que o cara não entrou na fila da beleza, mas parece que a coisa piorou, piorou muito. Magro de da dó, feio que doi… affff…
    Tá com cara de morto, não vou votar nele não. Se tivesse com uma aparecia mais sadia ate poderia votar nele. Mas ta com cara de morto. Mas, se bem que outro dia uma pessoa me falou que esse povo não morre, é gente que ninguém quer no céu e nem no inferno. Quem sabe na próxima eleição ele venha candidato a governador ou presidente. Lobão presidente!!!!!! Bora gente #lobãopresidente

    • Zeca Soares

      Que preconceito com a idade. Cuidado, todos nós chegaremos lá.