Edivaldo fomenta economia solidária com Ecopontos

A implantação dos Ecopontos completou dois anos em São Luís com 10 equipamentos em pleno funcionamento. Desde a inauguração do primeiro – no Parque Amazonas, em maio de 2016 – mais de 14 mil toneladas de resíduos já foram recebidos e encaminhados para o reuso ou reciclagem. Mas outro lado importante desta política é a geração de emprego e renda para os catadores de materiais recicláveis de São Luís. Com a implantação dos Ecopontos, uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo, o ganho dos rendimentos das cooperativas beneficiadas aumentou em cerca de 600%.

Atualmente, duas cooperativas recebem os materiais descartados nos Ecopontos pela população de São Luís: a Associação de Catadores de Material Reciclável de São Luís (Ascamar) e a Cooperativa de Reciclagem de São Luís (Coopresl). A Ascamar funciona em um prédio localizado na Rua São Pantaleão, cedido pela Prefeitura de São Luís. Já a Coopresl funciona dentro do Campus Dom Delgado, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio de uma cessão de área feita pela universidade.

 

O prefeito Edivaldo destaca que a implantação dos Ecopontos, além de ser uma importante política de limpeza urbana, também fortalece a cadeia produtiva de resíduos sólidos em São Luís.

“Antes, todo este material que era jogado nas ruas e trazia uma série de problemas para a nossa cidade, agora contribui para a geração de emprego e renda, melhorando a vida de diversas famílias de São Luís. Este foi um passo importante que tomamos, por isso, vamos seguir implantando novos Ecopontos pela cidade para que cada vez mais pessoas sejam beneficiadas e tenham condições mais dignas de viver”, disse o prefeito.

Foto: A. Baeta

Leia mais

Seja o primeiro à comentar em "Edivaldo fomenta economia solidária com Ecopontos"