Prefeitura amplia atendimento por acupuntura

A dona de casa Orquídea Serrão de Sousa, 65 anos, sempre ia à Unidade Mista de Saúde da Prefeitura de São Luís que funciona no bairro do São Bernardo para consultar, mas desde o início deste mês ela está experimentando um novo tipo de atendimento que não é da medicina convencional. Com muitas dores no quadril, ela está sendo tratada com as Práticas Integrativas e Complementares (PICs) do Sistema Único de Saúde (SUS), que inclui acupuntura, homeopatia, plantas medicinais, ventosas, mocha e várias outras terapias da medicina tradicional chinesa. “Desde o começo achei muito bom porque tem melhorado minhas dores, e acho que é um tratamento humanizado que faz a gente se sentir muito bem”, avalia.

Muitos desses procedimentos estão disponíveis em unidades da rede municipal de saúde e são bastante procurados. O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, diz que a gestão pretende expandir a oferta das PICs. “Além da Unidade Mista do São Bernardo, temos esse serviço também nos centros de saúde do Turu, Cohab e Vila Embratel, e vamos trabalhar para ampliar a oferta, porque são terapias que fortalecem o trabalho que já fazemos na prevenção de agravos e promoção e recuperação da saúde”, diz.

A enfermeira Goreth Bandeira, responsável pelas PICs na Unidade Mista do São Bernardo, explica que devido à grande demanda foi definido um dia exclusivamente para esse tipo de atendimento, que é indicado principalmente para alívio da dor, mas também apresenta bons resultados em casos de cefaleia (dor de cabeça), insônia, estresse e na melhoria do estado geral de saúde de diabéticos e hipertensos. “Atendemos todas as sextas-feiras dez pacientes com vários tipos de patologias e todos relatam uma melhora rápida nos sintomas, mas é importante ressaltar que eles não abandonam o tratamento tradicional, pois o acompanhamento médico continua sendo indispensável”, diz.

A utilização das PICs tem colaborado para fortalecer os vínculos entre a unidade de saúde e públicos específicos, como idosos e gestantes, que estão participando de grupos de meditação, também uma prática que proporciona bem estar. O programa de Práticas Integrativas está incluído como parte da Atenção Básica desenvolvida pela Prefeitura de São Luís, e são os agentes comunitários de saúde que identificam os pacientes que podem ser tratados com as PICs e fazem o encaminhamento deles para atendimento.

Foto: A. Baeta

Leia mais

Seja o primeiro à comentar em "Prefeitura amplia atendimento por acupuntura"