Marcial diz que deixou o PEN dentro da legislação

O vereador de São Luís, Marcial Lima (PRTB), por meio do seu gabinete, esclarece que cumpriu todos os prazos e legalidade durante a janela partidária e que saiu do Partido Ecológico Nacional (PEN), com Carta Anuência assinada pela presidente municipal do partido, Lindinalva Lindoso, e pelo presidente estadual da agremiação partidária, José Benedito Pinto (J. Pinto).

“Foi uma saída amigável conforme Carta Anuência, que estamos divulgando”, disse o vereador que chegou a usar a tribuna da Câmara de São Luís, reconhecendo o tempo que permaneceu no Partido Ecológico Nacional e o respeito pelos filiados e pela Diretoria do PEN.

“Não existe nenhuma possibilidade de cassação, pois todos os prazos foram cumpridos e há a autorização de desfiliação assinados pelos dois diretórios do partido”, acrescentou.

Marcial Lima confirma que é pré-candidato a deputado estadual com presença em vários municípios do Estado, tendo uma grande aceitação, pelo trabalho como vereador da capital e o jornalismo comunitário que desenvolve, diariamente, por meio do programa “Acorda, Maranhão!”, da Rádio Mirante AM de São Luís, programa de grande audiência em todo o Estado.

Na desfiliação do PEN, Marcial Lima deixou uma carta de agradecimento, saiu da agremiação pela conjuntura política e destacou a acolhida e respeito aos integrantes do Partido Ecológico Nacional, atual Patriota 51.

Foto: Paulo Caruá

Uma resposta para "Marcial diz que deixou o PEN dentro da legislação"

  • Francisco Gaglianone

    JÁ!!! NEM ESQUENTOU !!!