Mais limpeza, Mais Saúde em São Luís

PraiasLimpa
Na praia da Ponta d’Areia, atividade teve a participação de crianças e adultos, além  de escoteiros

A Prefeitura de São Luís avança com os serviços e ações da campanha “Mais Limpeza, Mais Saúde” na capital maranhense. Na Ponta da Areia, o sábado (16), foi dia de plantio de exemplares para compor o projeto paisagístico da região, atividades de lazer, coleta de bagulhos volumosos e orientações preventivas para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Cerca de 600 exemplares de ipês, palmeiras, salsas e cajueiros foram plantados ao longo dos canteiros e extensão da areia, no bairro do Ponta d’Areia. A área recebeu também serviços de poda, roçagem, capina e mapeamento dos exemplares de plantas localizados na região.

“O projeto paisagístico do local contempla a arborização de toda a extensão do espigão. Também foi realizado um amplo trabalho de limpeza que, por determinação do prefeito Edivaldo, se estenderá até o próximo fim de semana. A ação contemplou ainda a coleta de bagulhos volumosos, que possibilitou o recolhimento correto dos inserviveis descartados irreglarmente”, explicou o presidente do Impur, Luiz Carlos Borralho.

A campanha “Mais Limpeza, Mais Saúde” é coordenada pelo Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) e conta com serviços e ações das secretarias municipais de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Saúde (Semus), Desportos e Lazer (Semdel) e Urbanismo e Habitação (Semurh). Na Ponta d’Areia, a atividade foi desenvolvida com ampla participação de crianças e adultos da Associação dos Moradores da Península, além de grupo de escoteiros.

As equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Superintendência Vigilância Epidemiológica e Sanitária, realizaram abordagens educativas. A medida visa evitar novos casos de dengue, zika e chikungunya.

Foto: Fabrício Cunha

3 comentários para "Mais limpeza, Mais Saúde em São Luís"

  • Luís Carlos

    Iniciativas como essas deveriam ser multiplicadas todos os fins de semana pelas praias da capital maranhense e não apenas agora com o risco desse mosquito aedes aegypti que isso fosse sempre feito com a participação dos voluntários e estimulado pelo poder público.

  • Maxsuel

    Imagino quando esses ipês, essas palmeiras, essas salsas e esses cajueiros crescerem como irá ficar bonito aquela região!

  • Marlon

    Foi um verdadeiro mutirão, muito bom essas ações que só semeam coisas boa!