Mudança nos JEMs causa preocupação

jems

O professor Jorge Gobel destaca em sem blog uma preocupação da comunidade esportiva escolar em relação aos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) devida à falta de informação por parte da Secretaria de Esportes do Município (Semdel) e  Secretaria de Esportes do Estado (Sedel).

Segundo Jorge Gobel até que já consta no site da Sedel os regulamentos dos jogos, mas uma modificação prevista causou grande surpresa nesse item do Regulamento Geral do JELs.

CAPÍTULO III – DAS MODALIDADES ESPORTIVAS
Art. 28º. As modalidades que serão disputadas nas categorias Infantis e Infanto nos JEL’S 2016 serão as seguintes:
Parágrafo primeiro – Modalidades Individuais: Atletismo, Badminton e Vôlei de Praianos gêneros feminino e masculino.
I – Nas modalidades de Atletismo, Badminton e Vôlei de Praia, as escolas classificarão seus campeões para a Etapa Estadual, que acontecerão juntamente com as modalidades coletivas;
Parágrafo segundo – Modalidades Coletivas: Basquetebol, Beach Soccer (M), Futebol (M), Futsal, Handebol e Voleibol nos gêneros feminino e masculino.

Durante alguns anos as escolas particulares e públicas reivindicaram junto a Sedel que havia estipulado um número de quatro escolas classificadas da fase metropolitana para a fase final, que aumentasse para oito escolas no futsal e seis escolas no voleibol, modalidades essas que a demanda sempre foi muito grande.

Essa conquista foi celebrada porque mesmo com essa quantidade ainda ficavam grandes equipes de fora da fase final da competição. Agora pelo regulamento serão somente os campeões da fase classificatória para as disputas da fase final da maior competição escolar do Estado.

Não quero falar aqui que com essa atitude muitos profissionais da área esportiva poderão ficar desempregados. Caso a sua escola não classifique para a fase final, o professor que não estiver com vínculo empregatício e somente com contrato de trabalho, poderá ficar sem o seu emprego.

Seria bom que tudo isso fosse revisto e que os senhores secretários de esporte tanto da Sedel como Semdel sentassem e vivenciassem tudo aquilo que já foi conquistado e não somente mudar por mudar. As conquistas do passado foram importantes para o desenvolvimento do desporto escolar.

O fato de retroagir pode causar grandes danos para a qualidade dos jogos. Os jogos existem porque as escolas existem com seus alunos e eles precisam serem valorizados. Não realizar por realizar. Vamos valorizar os JEMs com mais jogos, com mais escolas sem perder a qualidade.

Que isto seja revisto e que logo podemos começar a competição porque já estamos na metade do mês de março e não sabemos nada do que vai acontecer.

A comunidade esportiva escolar pede um pouco mais de agilidade para que as competições comecem e que tudo seja como antes.

3 comentários para "Mudança nos JEMs causa preocupação"

  • Desportista

    Está mais do que na cara que os dois secretários querem fazer o Jogos Escolares Maranhenses por obrigação e estão reduzindo os jogos na marra e vão acabar com essa competição importante para as escolas porque não tem compromisso e estão nas pastas por política e não porque tem compromisso com o esporte escolar.

  • Luís Carlos

    Você está querendo muita coisa desse Márcio Jardim que é militante político e jamais será secreta’rio de Esporte porque ele não conhece absolutamente nada do que faz. Pior é saber que os técnico que estão lá dentro da Sedel como Sandow Feques não dizem nada e aceitam a redução dos jogos.

  • jose carlos silva

    Interessante, participei como atleta de vários JEMS, e nem sabia que o Sandow Feques era técnico da Sedel. Sempre o vi trabalhando como técnico de futebol do Moto Clube, Imperatiz, etc. Aliais, sem nenhum sucesso. Onde anda o professor Mesquita? Aquele sim, sempre comandou o JEMS, o resto era só figuração.