Mutirão de combate ao Aedes nos bairros

CombateMosquito

Ações do mutirão de combate ao Aedes aegypti chegaram nesta sexta-feira (4) aos bairros do São Raimundo e Pontal da Ilha. Executada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a iniciativa teve como objetivo fazer o monitoramento preventivo domiciliar para eliminação de criadouros do inseto e realizar abordagens educativas para orientar os moradores sobre as formas de prevenção contra a proliferação do mosquito.

As equipes visitaram 7.227 imoveis; destes 4.653 foram vistoriados; 136 tinham focos; 1.166 receberam tratamento com larvicida. 2.066 imoveis estavam fechados. Foram realizadas ainda 508 abordagens educativas.

A realização do mutirão integra a campanha “Todos na Guerra contra o Mosquito Aedes aegypti”, lançada pelo prefeito Edivaldo, com o objetivo de reduzir os índices de infestação do inseto na capital.

Cerca de 260 agentes de endemias foram destacados à área do São Raimundo e Pontal da Ilha, para intensificar o trabalho de tratamento com larvicida aos focos do mosquito e fazer o recolhimento de resíduos suscetíveis à proliferação do inseto, como recipientes, pneus, tampas de garrafas, cacos e outros materiais.

No local, também foi realizado o serviço de bota-fora, para recolhimento de bagulho volumoso como geladeiras e maquinas de lavar velhas, sofás, entre outros materiais descartados pelos moradores e acumulados nos quintais.

Além do trabalho de combate direto aos focos do inseto, a Semus destacou ainda 20 agentes de endemias para realizarem abordagens educativas e distribuição de material informativo, nas ruas e setores comerciais do São Raimundo e Pontal da Ilha, com o objetivo de orientar a população sobre as formas de prevenção ao inseto e sobre os sintomas de cada uma das doenças transmitidas pelo mosquito, como dengue, febre chikungunya e zika vírus.

Segundo a superintendente municipal de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Terezinha Lobo, o cronograma de atividades do Mutirão nos bairros segue a classificação do índice de infestação na cidade, apontado pelo último Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). O relatório apurou que existe um índice de 1,2% de infestação de mosquito em residências do Conjunto São Raimundo, onde há 4.934 imóveis. Já o Pontal da Ilha, que tem 2.082 imóveis, o índice é de 1,1%.

Foto: Maurício Alexandre

Seja o primeiro à comentar em "Mutirão de combate ao Aedes nos bairros"