Sousa critica governo por homologar concurso

SousaNeto

O deputado Sousa Neto (PROS) utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta quarta-feira (24) para criticar a decisão do governador Flávio Dino (PCdoB) em homologar o resultado concurso público para professores, mesmo com a recomendação feita pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) para que fossem aplicadas novas provas.

Durante reunião realizada na segunda-feira (22), na sede das Promotorias de Justiça da Capital, o Ministério Público entregou uma Recomendação ao Governo do Maranhão para que fossem reaplicadas, em até 30 dias, as provas do concurso público para os cargos de professores de diversas áreas, realizado em 2015. O Ministério Público do Maranhão, identificou 25 questões com fortes indícios de plágio nas provas elaboradas pela Fundação Sousândrade.

Sousa Neto lamentou que o governador tenha atropelado a recomendação do Ministério Público, após pouco mais de 24 horas da reunião.

“Eu não poderia deixar de me manifestar a respeito do que o governador Flávio Dino pensa sobre o Ministério Público do Estado do Maranhão. Eu lembro que na mensagem governamental do dia 2 de fevereiro, o governador disse claramente: “Quero aqui cumprimentar a Excelentíssima Senhora Regina Lúcia de Almeida Rocha, digna chefe do Ministério Público de nosso estado, guardiã da democracia, da ordem constitucional e dos interesses coletivos difusos indisponíveis”, lembrou Sousa Neto.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

3 comentários para "Sousa critica governo por homologar concurso"

  • Pedro

    Não adianta nenhum desses deputados de oposição ficarem apenas utilizando a Tribuna da Assembléia Legislativa para denunciar é preciso ir denunciar e entrar com ação no Ministério Público.

  • Rogério

    O QUE FLÁVIO DINO FEZ FOI DEBOCHAR DO MINISTÉRIO PÚBLICO. ISSO É LAMENTÁVEL PORQUE FUI UM DOS PREJUDICADOS NESSE CONCURSO SUSPEITO.

  • André

    Parabéns ao deputado Sousa Neto por estar sempre atento e mostrando as coisas erradas neste Maranhão que só presta no tweeter do governador e de seus secretários.