Adriano destaca investimento no Maranhão

AdrianoSarneyeHelderBarbalho

O deputado Adriano Sarney (PV) agradeceu ao ministro Hélder Barbalho pela autorização da obra para implantação do novo Terminal Portuário no Maranhão.

Para o parlamentar, a escolha deu-se em função da questão logística e portuária que reflete o potencial do Maranhão.

“Quero agradecer ao Ministro dos Portos, Helder Barbalho, a autorização para a implantação do Porto São Luis. Um investimento privado que trará geração de emprego e renda para a população do Maranhão. A questão logística e portuária é um potencial de nosso Estado”, destacou.

O novo Terminal de Uso Privado (TUP) em São Luís, no Maranhão será operado pela WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais, do grupo WTorres, em um investimento de cerca de 780 milhões de reais. A autorização da obra foi assinada pelo ministro Hélder Barbalho, da Secretaria de Portos da Presidência da República, em solenidade na última quarta-feira.

“Investir em nossos potenciais é o verdadeiro caminho para um desenvolvimento sustentável que traga independência e dignidade aos maranhenses”, disse Adriano Sarney.

O Maranhão é um dos novos canais de escoamento de produtos agrícolas ao norte do país, colaborando para reduzir os gargalos logísticos da exportação, especialmente de soja.

Já operam na região o Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), que começou suas atividades no local em março do ano passado, e a VLI, empresa de logística que tem a Vale como principal acionista.

Foto: Divulgação

Uma resposta para "Adriano destaca investimento no Maranhão"

  • Thiago

    Realmente o deputado Adriano Sarney tem razão, pois cada vez mais a navegação marítima se destaca por suas vantagens comparativas em relação a outros modais, tais como, o reduzido índice de poluição do meio ambiente e o custo reduzido para transporte de cargas, em grandes quantidades, por longas distâncias. Assim, o modal marítimo é o preferencial de muitos países para realizar a exportação e importação de produtos, criando maior relevância para seus portos na cadeia logística mundial