Ataques a polícia

ViaturaPM

A delegacia regional de Timon (MA), município situado no leste do estado, foi metralhada por quatro homens fortemente armados, na noite deste domingo (27). As balas atingiram vidraças, portas, móveis e o muro da delegacia, além de ter destruído parcialmente a viatura. Um investigador estava saindo do prédio no momento do ataque. Ninguém ficou ferido.

Segundo o superintendente de Polícia Civil do Interior, Dicival Gonçalves, a polícia tenta identificar os autores do ataque, mas até a manhã desta segunda-feira (28) ninguém foi preso. Duas pessoas estavam na delegacia quando os criminosos deram várias “rajadas” de metralhadora: o delegado plantonista e o investigador que estava saindo para apurar um homicídio cometido na região.

O delegado regional de Timon, Antônio Valente, está fazendo diligências para tentar localizar os criminosos, segundo informou Gonçalves. “Os suspeitos, armados com metralhadoras, chegaram em uma caminhonete prata e efetuaram vários disparos contra o DP. A polícia civil está em diligência para tentar localizá-los”, disse.

Em agosto, agentes da polícia civil denunciaram ao G1 as condições precárias de funcionamento e a vulnerabilidade das delegacias do Maranhão. A maioria funciona em prédios ou residências alugados que nunca foram reformados. Das 337 delegacias, apenas 37 unidades passaram por reforma nos últimos anos, segundo dados do sindicato da categoria.

O G1 entrou em contato, por email, com o governo do Maranhão, que ainda não se pronunciou sobre os ataques e a possibilidade de reforçar o efetivo nas delegacias do interior do estado.

Seja o primeiro à comentar em "Ataques a polícia"