Hora de conversar

roseana-sarney

Quem apostava que a governadora Roseana Sarney anunciaria hoje sua decisão de se candidatar ao Senado ou permanecer no cargo até o fim do seu mandato, perdeu. Nenhum sinal nesse sentido foi emitido ontem do Palácio dos Leões, onde a rotina de trabalho será retomada hoje, depois do feriadão carnavalesco.

Os bastidores políticos, porém, pegaram fogo nesses dias e continuarão incendiados nos próximos. Se optar pela corrida às urnas por um mandato senatorial, a governadora poderá se desincompatibilizar até o dia 6 de abril, segundo reza a legislação eleitoral. Só depois da sua renúncia o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), assumirá o Governo.

Mas o fará consciente de que só tem duas alternativas: renunciar antes do dia 6 de abril ou permanecer no cargo e tentar a eleição indireta para governador, sabendo que, se perder, voltará para a presidência do Legislativo inelegível para qualquer outro mandato. Para quem está de fora, está em curso uma “guerra” dentro da base governista.

Mas, para quem tem um pouco mais de compreensão de como são moldadas e tomadas as decisões políticas, o cenário não é tão dramático assim.

A começar pelo fato de que os debates se dão dentro de um mesmo grupo, ou melhor, dentro de um mesmo partido, o PMDB. E por isso mesmo o que vier a ser decidido por seus líderes deverá funcionar como fator de mobilização do grupo.

O momento é para conversas, muitas conversas, para que se encontrem os denominadores das equações que estão desenhadas no cenário da política. Vale aguardar.

Coluna Estado Maior/O Estado

3 comentários para "Hora de conversar"

  • Alex

    Zeca Soares, por que tu não faz uma matéria a respeito da SUSPENSÃO das obras das Avenidas 4º Centenário e Via expressa????

    http://www.youtube.com/watch?v=q2kAtlayKbM

  • claudio

    kkkkk vai ter mesmo muita conversa, convénios e muita grana solta pelos cantos do estado. Essa não convence mais ninguem.

  • CARLOS

    QUEM TEM C.. TEM MEDO.HOJE NO MARANHÃO(GRUPO SARNEY) NÃO TEM UM CANDIDATO A ALTURA DE PELO MENOS IR PARA O SEGUNDO TURNO COM FLÁVIO DINO.SE ELA SAIR PODE DAR A DEUS SUA CARREIRA POLITICA. QUE NUNCA MAIS ELA VAI OCULPAR CARGO NENHUM NO MARANHÃO, VAI FAZER IGUAL O PAI VAI TER QUE MUDAR DE ESTADO.