Infundadas, levianas e caluniosas

luisfernandosilvaO secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva (PMDB), encaminhou nota à imprensa na qual desmonta por completo o factoide criado pelo líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Rubens Pereiria Júnior (PCdoB), segundo o qual haveria irregularidades na execução de um convênio entre a Prefeitura de Ribamar – então administrada pelo peemedebista – e o Governo do Estado, para construção de um estádio.

O comunista baseou a denúncia em relatório do TCE e já havia sido duramente criticado ontem (5), pela base governista, por usar, agora, um documento de um órgão que ele mesmo condenou, em maio do ano passado, quando este apontava irregularidades na gestão de sua mãe, a prefeita Suely Pereira (PSB), à frente da Prefeitura de Matões. “São dois pesos e duas medidas”, disse o deputado Max Barros (PMDB), por exemplo.

Na nota de esclarecimento, Luis Fernando lembra que todas as suas contas referentes à gestão da Prefeitura de Ribamar foram aprovadas – as de 2010 receberam o “OK” do TCE no dia 22 de maio do ano passado – e que o relatório levado à AL por Rubens Júnior é preliminar.

“É lamentável que o parlamentar não saiba tratar-se de um instrumento de controle, de caráter preliminar, emitido antes do julgamento das contas do gestor, pelo plenário do Tribunal de Contas. Como não há Acórdão do Tribunal de Contas do Estado, emitido até a presente data, imputando ao ex-Prefeito Luis Fernando Silva responsabilidade por irregularidade na aplicação dos recursos do referido Convênio, comprovam-se infundadas, levianas e caluniosas as acusações”, diz o comunicado.

Leia mais

Seja o primeiro à comentar em "Infundadas, levianas e caluniosas"