Saúde em Timon

ricardomurad

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, recebeu nesta terça-feira (21) em São Luis o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, e o promotor de justiça daquela comarca, Antonio Borges, para discutir o atendimento de urgência e emergência no município, que não está sendo prestado à população pela Prefeitura.

Ricardo Murad lembrou que o Estado já mantém em funcionamento em Timon uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas e o Hospital Alarico Pacheco – que oferece atendimento ambulatorial e cirúrgico nas áreas de obstetrícia, pediatria e cirurgia geral. Mas propôs assumir o atendimento dos traumas no hospital estadual se o município se comprometer em manter um hospital materno infantil, assistência que hoje é oferecida também no Alarico Pacheco.

“O município de Timon é de gestão plena e precisa assumir a sua responsabilidade no atendimento de urgência e emergência porque os recursos são repassados diretamente do governo federal para o município”, enfatizou Ricardo Murad. Hoje a gestão municipal oferta os atendimentos de atenção primária e média complexidade em nível ambulatorial.

Ricardo Murad adiantou que já foram licitados serviços para reforma do Hospital Estadual Alarico Pacheco, que será equipado com tomografia, Unidades de Tratamento Intensivo (UTI´s) e centro cirúrgico para ser referência em atendimentos cirúrgicos mais complexos.

“Assim como fizemos no Hospital Estadual de Alta Complexidade Carlos Macieira, vamos iniciar uma ampla reforma no Alarico Pacheco, de forma gradual e organizada, para que não venha a comprometer os atendimentos”, explicou.

Luciano Leitoa reconheceu que as Portarias do Ministério da Saúde são claras e que a gestão municipal não vem cumprindo sua obrigação de ofertar atendimentos de urgência, emergência e materno infantil. “Estamos dispostos a buscar alternativas para organizar a saúde de Timon. Vamos licitar serviços para reforma da unidade mista e transformá-la em hospital materno infantil. E, neste período de reforma do Alarico Pacheco, vamos fechar uma parceria com a prefeitura de Teresina (PI) para que nossos pacientes sejam regulados e atendidos”, disse.

Participaram também da reunião o subsecretário de Estado da Saúde, José Márcio Leite e representantes dos departamentos de Controle e Avaliação, Regulação e das Ações e Serviços de Saúde, os técnicos municipais de Timon, Márcio Sá (secretário), Clênia Martins (assistente social) e Sueli Capuama (chefe de gabinete).

Foto: Nestor Bezerra

Uma resposta para "Saúde em Timon"

  • BF

    É SÓ MIGUÉ ESSE RICARDO FALA DEMAIS