Governo e oposição

roseanaO movimento de aproximação entre o governo do Estado e setores oposicionistas do Maranhão foi ressaltado em dois momentos distintos por membros da alta cúpula do Executivo nesta semana, em contatos com a coluna.

O secretário de Estado de Programas Especiais, Clodomir Paz (PSL), exaltou o apoio que a governadora deu a seus auxiliares para conversar com prefeitos de oposição. Principal articulador, por exemplo, da recente aproximação entre o Executivo e o prefeito de Barreirinhas, Léo Costa (PDT),

Paz garante que o objetivo é a melhora dos índices de desenvolvimento do estado, mas reconhece que isso gera dividendos políticos.

– O Governo do Estado tem estendido a mão e, consequentemente, recebido gestos destes prefeitos – relatou.

Já o secretário-chefe da Casa Civil, João Abreu (PMDB), reiterou que o objetivo do Governo tem sido manter bom relacionamento com as diversas correntes políticas do estado para viabilizar programas e ações em todo o Maranhão, independentemente do comando partidário predominante no município ou região.

– Temos buscado conversar com lideranças de todos os partidos, de todas as alas. O Governo está se aproximando da classe política porque entende que ela é quem conhece a realidade de cada município, de cada região, e, nesse debate, vamos desenvolvendo ações, obras e programas que contemplem todos os maranhenses – pontuou.

É isso aí.

Coluna Estado Maior

3 comentários para "Governo e oposição"

  • Sei tudo

    Zeca esse Prefeito balaio com o secretário que quer se dar bem eleger novamente a mulher deputada que ė balaio também , eu soube que querem pegar os convênios e depois bananas para o candidato da Governadora abre o olho com isso aí que dessa mata não sai coelho.

  • Bebeto

    A união entre Estado e Prefeitura é para o bem de ambos e para a população de Barreirinhas. Apoio politico se discute no momento das eleições.
    Enquanto o Maranhão funcionar com a politica do toma-la, dá cá, está fadado a ser um estado mediocre, igual a quem pensa assim e acha normal.

    • Zeca Soares

      Tenho essa compreensão também.