Ataques ao MP

reginarochaA procuradora-geral de Justiça do Maranhão, Regina Lúcia Rocha, repudiou as declarações dos deputados de oposição Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Othelino Neto (PCdoB) e Cleide Coutinho (PSB), que tentaram desqualificar o órgão por causa Ação Civil Pública contra o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PSB) e mais nove pessoas, todas acusadas de desvio de dinheiro público.

Além de atacar o Ministério Público, os parlamentares insinuaram influência política nas ações do órgão, o que também foi duramente rebatido pela procuradora.

“O Ministério Público não pauta a sua atuação em virtude da situação político-partidária de quem quer que seja. Ele atua onde tem de atuar, onde há provas e elementos”, afirmou.

A procuradora também tratou de elevar o trabalho da promotora de Justiça Carla Mendes Pereira Alencar, que atua em Caxias e assina a ação. “A promotora de Caxias está respaldada pela administração superior e agiu dentro de suas atribuições em defesa do patrimônio público e combate à improbidade administrativa”, completou.

Leia mais

Seja o primeiro à comentar em "Ataques ao MP"