Pedido indeferido

sampaiocorreaO Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) indefiriu agora à tarde, o pedido de efeito suspensivo do Sampaio que tentava suspender a punição da perda de mando de campo no campeonato Brasileiro Série C.

De imediato, o departamento jurídico do Sampaio entrou com um pedido de reconsideração da nova decisão e aguarda posicionamento do STJD até a próxima sexta-feira (1º). A punição da perda de mando de campo, portanto está mantida.

O recurso voluntário do Sampaio só vai ser julgado no dia 7 de novembro e a partida está marcada para o dia 9. Na hipótese de sucesso do Sampaio no STJD, no dia 7 como ficaria a situação da partida marcada para o dia 9? Ela seria realmente confirmada para São Luís ou não haveria mais tempo hábil para uma mudança?

O certo é que, com o indeferimento de hoje, nos próximos dias, o Sampaio deverá indicar à CBF por meio da Federação Maranhense de Futebol (FMF), o local onde pretende enfrentar o Vila Nova-GO.

13 comentários para "Pedido indeferido"

  • César do Vinhais

    Isso í é porque eles já viram o sucesso do nosso clube e estão fazendo tudo para derrubar, no Centro Sul eles se matam antes, durante e depois dos jogos e os clubes raramente são punidos é muita injustiça, mais uma vez membros de torcidas organizadas prejudicaram o Sampaio.

  • Alan Jorge

    Isso é o que dá ser reincidente, se fosse primeira vez tudo bem mas quando chega o ponto de torcedores entrar em campo com faixa dizendo pra torcida não atirar nada em campo é porque algo está errado. Torcedor de província que não é acostumado a grandes eventos dá nisso, imagina se aqui fosse sub sede da copa como ficaríamos de tanta vergonha

  • Henrique

    O Sampaio deve sim insistir nessa possibilidade. Agora, temos que entender que, com mando ou sem mando, o Sampaio tem condições de passar pelo Vila Nova, é isso que importa. Outra coisa, as decisões da CBF e do STJD são também questões políticas que passam, inclusive, pelas Federações, porém, com relação aos times maranhenses, sempre foi um discaso, mesmo com um representante maranhense na CBF. O Sampaio luta sempre contra todos. Mas, venceremos!

  • joanir

    esse jogo poderia ser aki em imepratriz ,seria casa cheia tambem

  • Robert

    O STJD quer prejudicar o Sampaio a todo custo, segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – Art. 213 § 1º Quando a desordem, invasão ou lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo, a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de uma a dez partidas, provas ou equivalentes, quando participante da competição oficial. (NR).

    Em contra partida, ninguém presente no episódio relatou gravidade no ocorrido e a partida não foi prejudicada visto que o incidente se deu após o termino do evento.

    Nem mesmo o árbitro relatou em sumula tal situação como: desordem, invasão, prejuízo ou elevada gravidade.

    Não vou eximir o torcedor ou baderneiro de culpa na punição imposta STJD.

  • James

    Zeca, quais seriam as opções de cidades e estádios caso o sampa
    io não reverta a situação?

    • Zeca Soares

      O sampaio ainda não revelou.

  • Marcos andre

    Zeca Soares acho que faltou forca política ou jurídica ao sampaio já que o paysandu por incidentes infinitamente mais graves conseguiu adiar o julgamento do seu jogo que foi interrompido por arruaças da sua torcida, julgamento este que não tem mais data definida fazendo com que ele cumpra no máximo um jogo neste campeonato

    • Zeca Soares

      Falta é vergonha a esses torcedores do Sampaio.

  • Marcos andre

    O paysandu mostrou forca política ao conseguir adiar o julgamento dos incidentes envolvendo sua torcida,muito mais graves do que os ocorridos no jogo do sampaio, julgamento este que não tem data definida,fazendo com que dos três jogos restantes do papao em casa ,pelo menos os próximos dois jogos não sofreram alteração de local.Ja o sampaio por incidentes bem menores perde o mando de campo e eu acredito que, absolutamente por falta de uma assessoria jurídica eficiente,por isso lamento profundamente o descaso da diretoria sampaina,inclusive com impetração de recursos fora do prazo

    • Zeca Soares

      Mas o Paysandu não perdeu o prazo como o Sampaio. Perder prazo é coisa básica.

  • Ze Carlos, O Carrasco dos Morteses, Tritura Tubarão

    Tem alguma restrição a capacidade de público no Estádio para o jogo contra o Vila Nova? O regulamento diz alguma coisa? Se não o melhor lugar é legalizar os laudos de Codó ou Bacabal, em Codó a praça é boa, gramado bom, em Bacabal, apesar do gramado ser ruim, mais é perto só 250 km, e se é ruim para o Sampaio é pior para o Vila Nova que não conhece.
    .
    Esse negócio de colocar em Imperatriz ou fora do Estado é dá sopa para o adversário, pois Imperatriz é próximo de Goiânia, menos de meia hora de vôo. Além do mais todo mundo sabe que em Imperatriz os torcedores torcem contra o Sampaio. E fora do Estado no máximo vão 300 torcedores.

  • Walber Pontes

    As torcidas tem que tomar consciência que suas atitudes tem consequências.
    Esta certíssimo.
    Deixem de transferir a culpa pera a policia, para o judiciário, para os dirigentes, todos estão cumprindo o seu papel, cabe a torcida fazer o seu papel de demonstrar educação e um espetáculo bonito dentro e fora de campo.
    Acredito que as penas ainda são brandas.