PDT

igorlago

Por Igor Lago

O PDT do Lupi e do Manoel Dias fez a sua pseudoconvenção estadual neste sábado no Maranhão.

Os discursos, vazios, teciam loas a uma unidade em torno de interesses pessoais e eleitorais ligados ao projeto de poder de uma oposição maranhense anti-democrática, liderada pelos senhores Zé Reinaldo e Flávio Dino.

A direção estadual do partido ficou com a turma do Lupi e do Manoel Dias: Julião Amin, atual superintendente do Ministério do Trabalho e Emprego, continuou na presidência, mas tutelado pelo “menino de ouro” do Lupi e “amigão do peito” do Flávio Dino, o deputado federal Weverton Rocha, que continuou como secretário-geral; e Renato Dionísio, Tesoureiro.

Portanto, tudo como dantes no quartel de Abrantes.

Ah! As anunciadas presenças dos dois donos nacionais do partido foram as grandes ausentes.

E, pelo que foi noticiado, ninguém ousou discursar sobre a atual crise no Ministério ocupado pelo partido desde 2007.

Como se vê, a ética, a moral e os bons costumes estão cada vez mais distantes da pauta da política maranhense e brasileira.

Depois não querem que o povo saia às ruas…

* Igor Lago é médico e filho do ex-governador Jackson Lago

Seja o primeiro à comentar em "PDT"