Viva Maranhão

roseana

A governadora Roseana Sarney assinou, na tarde desta quarta-feira (4), a 2ª fase do contrato de financiamento entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) e o Governo do Estado, autorizando mais R$ 2,8 bilhões em recursos para o Programa Viva Maranhão. A assinatura da concessão de crédito foi acompanhada pelo chefe de Departamento de Gestão Pública do BNDES, Marcelo Côrrea Fernandes e pelos secretários João Abreu (Casa Civil), João Bernardo Bringel (Planejamento e Orçamento) e Sérgio Macedo (Comunicação Social).

A governadora Roseana Sarney lembrou que graças à operação está sendo possível realizar obras importantes para o desenvolvimento do Maranhão. “O BNDES é um parceiro do governo. Na primeira etapa recebemos cerca de R$ 1 bilhão, recurso investido nas áreas de saúde, saneamento, infraestrutura, educação, agricultura, meio ambiente, entre outros setores, com ações que melhoram e tem transformado o estado”, afirmou.

“Esse é complemento de recursos firmado anteriormente para apoiar o projeto Viva Maranhão, que tem por objetivo trazer desenvolvimento, trazer melhorias na infraestrutura, tanto física como tecnológica, além de capacitar o estado a promover todos os investimentos que o banco tem muito orgulho de ser parceiro”, lembrou o chefe de Departamento de Gestão Pública do BNDES, Marcelo Côrrea Fernandes.

Já o secretário de Planejamento e Orçamento, João Bernardo Bringel, ressaltou que ações realizadas, por meio do financiamento, tem mudado a realidade do Maranhão. “Essa 2ª fase complementa a última frente de contratação. Com isso, o estado passa a ter crédito disponível para aplicação de investimentos na ordem de R$ 3,8 bilhões, isso vai mudar a vida das pessoas em um prazo muito curto, tanto no interior do estado como em São Luís”, afirmou.

Viva Maranhão

O Programa Viva Maranhão, realizado pelo Governo do Estado com o financiamento aprovado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), inclui iniciativas nas áreas de Modernização e Ampliação dos Serviços de Saúde e Saneamento, Integração Rodoviária dos Municípios, Modernização e Gestão Pública, Assistência Social, Ampliação da Infraestrutura e Modernização da Educação, Desenvolvimento Social, Inclusão Produtiva e Superação da Pobreza e Mobilidade Urbana.

A concessão de crédito do BNDES ao governo foi possível em virtude da avaliação positiva do Maranhão, pelo Tesouro Nacional, como o estado com maior equilíbrio fiscal e também aprovação da Assembleia Legislativa. Foi necessário ainda, avaliação do BNDES dos projetos em que o crédito será investido.

O Programa Viva Maranhão contempla investimentos totais de R$ 3,8 bilhões entre 2013 e 2016, voltados para combate à pobreza e redução de desigualdades, universalização dos serviços de saúde e de saneamento básico, qualidade de ensino, segurança pública, qualificação profissional e capacitação científica e tecnológica.  A expectativa é de geração de 40 mil empregos diretos e indiretos.

Foto: Antônio Martins

Seja o primeiro à comentar em "Viva Maranhão"