Semana polêmica

camara

Esta semana, na Câmara Municipal de São Luís, será marcada por sessões polêmicas. Amanhã, os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Bom Peixe apresentarão o relatório no plenário para que seja apreciado pelos demais vereadores. Na quarta-feira, os vereadores ouvirão o secretário municipal de Comunicação, Márcio Jerry, sobre a ocupação no Legislativo municipal.

Depois de quase 40 dias, a CPI do Bom Peixe foi finalizada com a aprovação do relatório pelos membros da comissão. O documento responsabiliza o ex-prefeito de São Luís João Castelo e seus auxiliares da época, Júlio França, Edmilson de Sousa, Eliana Bezerra e Aurélio Oliveira pelo desvio de mais de R$ 1,2 milhão do programa Bom Peixe, que vendia pescado mais barato em feiras e mercados da capital.

Amanhã, os membros da CPI apresentarão aos demais vereadores o relatório final. A apresentação vem logo após as críticas feitas pela deputada estadual Gardênia Castelo (PSDB). Ela desqualificou o trabalho da CPI alegando ser jogada política a inclusão de seu pai, João Castelo, na lista dos responsáveis pelas irregularidades no programa.

O relatório deverá provocar polêmica na Câmara principalmente com a bancada do PDT já que o idealizador do programa, Júlio França, é um dos nomes de destaque do partido e conta com aliados próximos, como o vereador Ivaldo Rodrigues.

Convite – Na sessão da quarta-feira, mais polêmicas estão previstas. Desta vez, pela presença do secretário municipal de Comunicação, Márcio Jerry (PCdoB). Os vereadores aprovaram na semana passada um convite (inicialmente seria uma convocação) para que o comunista explique a acusação de que ele idealizou a invasão de vândalos na sede do Legislativo municipal.

Na semana passada, o presidente da Casa, Isaías Pereirinha (PSL), disse que foi jogada política a invasão na Câmara, cujo objetivo era desqualificar o Legislativo, já que há a possibilidade de 22 vereadores apoiarem a candidatura do secretário estadual de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, a governador do Maranhão.

Jerry foi à Câmara entregar documento oficial a Pereirinha para se justificar alegando não ter qualquer participação na ocupação da Casa.

Apesar de os vereadores governistas defenderem que a explanação do secretário seja restrita ao assunto da invasão, os parlamentares de oposição querem aumentar a pauta e debater sobre outras áreas da administração de Edivaldo Júnior.

Leia mais

Uma resposta para "Semana polêmica"

  • Toni

    Tem muita coisa que este secretário vai precisar esclarecer na Câmara Municipal.