SES realiza mutirão de hérnias em Timbiras

mutiraotimbiras

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) levou diversas ações para os municípios de Timbiras e Aldeias Altas, nesta segunda-feira (15), como parte das ações do Governo Itinerante. As atividades terão continuidade nesta terça-feira (16), nas duas cidades.

No Hospital Geral de Timbiras, cirurgiões do Hospital Estadual Tarquínio Lopes Filho (Geral) atenderam 34 pacientes que necessitavam de cirurgia de hérnia umbilical e inguinal. Paralelamente, foram intensificados os atendimentos de clínica médica, pediatria, dermatologia, oftalmologia (cirurgias de catarata e glaucoma), prevenção de câncer de colo uterino, exames laboratoriais, glicemia, aferição de pressão arterial, e vacinação.

Maria Ferreira de Andrade dos Santos, 55 anos, moradora da cidade de Timbiras, foi uma das pacientes submetidas ao procedimento cirúrgico na região umbilical. Ela disse que a doença causava dores e a deixava impossibilitada de fazer serviços domésticos. “Estava há mais de um ano tentando fazer a cirurgia em Codó e não conseguia. Estou muito feliz, porque agora vou ficar boa”, disse ela.

Os irmãos Cecília Feitosa Cardoso e Domingos da Cruz Feitosa, também moradores de Timbiras, foram submetidos às cirurgias de hérnia umbilical. “Ficamos sabendo do mutirão da saúde e viemos nos informar. Há mais de três anos esperávamos por uma oportunidade de fazer a cirurgia e voltar a ter uma vida normal”, afirmou o lavrador Domingos Feitosa, que disse que em época de crise inflamatória não podia nem trabalhar na lavoura.

Uma resposta para "SES realiza mutirão de hérnias em Timbiras"

  • Macabeu

    Três dia sem internet, já estou providênciando outra operadora. A T V N, deixa gente na mão sem nenhuma explicação.
    Aproveito a oportunidade para pedir desculpas pelo ultimos comentários, que sem querer levei para o lado pessoal, usando adjetivos não adequado para o momento. As vezes sem perceber o comentarista usa do ímpeto involuntário, Repito foi casual e sem nenhuma intenção de atingir o caro articulista.
    Desculpa mais uma vez, promete que não mais se repetirá, tal fato.