Governo inicia a urbanização do Espigão

espigao

Os moradores e os turistas que visitam São Luís vão ganhar mais um polo de lazer e turismo com a realização das obras de urbanização da área do Espigão Costeiro, na Ponta d’Areia, cuja ordem de serviço foi assinada, nesta quinta-feira (4), pela governadora Roseana Sarney e pelo secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva. A obra, orçada em mais de R$ 32 milhões, foi iniciada com os serviços de extensão do quebra-mar e a previsão é que seja inaugurada em março de 2014.

“Nós tivemos a preocupação de fazer, primeiro, o espigão para poder salvar as nossas praias e, agora, estamos iniciando a urbanização, obra de grande vulto para São Luís e para atração de novos investimentos, principalmente no setor de turismo, que gera renda e emprego. E é isso que nós queremos: transformar São Luís em grande polo turístico do Brasil e esta obra integra este projeto”, declarou a governadora Roseana Sarney.

Com a urbanização, o espaço no entorno do Espigão Costeiro ganhará quiosques de conveniência, bancos e um grande calçadão que pode ser utilizado para práticas esportivas, como ciclismo, corrida e caminhada. O projeto inclui a construção de um deck de madeira, que utilizará madeira reaproveitada e palmeiras imperiais como item de ornamentação, além de iluminação, pavimentação, fixação de proteção lateral, locais para coleta de lixo, pontos de observação, entre outros espaços paisagísticos.

“Esta é uma iniciativa importantíssima que vai tornar essa área da península da Ponta d’Areia em um ponto turístico dos mais belos e atrativos da Ilha de São Luís e do Maranhão. É uma obra que inclui a total urbanização deste setor, além de melhorar as condições de atracação de embarcações. Aqui, teremos uma espécie de marina por conta desta obra que está feita e da que está tendo continuidade”, explicou o Luis Fernando.

Foto: Handson Chagas

2 comentários para "Governo inicia a urbanização do Espigão"

  • Paulo Fernando

    Maravilha essa idéia da governadora, só espero que os carros não tenham acesso, que seja mesmo uma área voltada 100% a prática esportiva, também precisamos de arborização.

  • Macabeu

    Vai ficar uma beleza, os ricos agradece, valoriza seus imóveis aumenta as especulações financeira, depois de tudo prontos os milionários se reunem e privatizam a área pública, com uma placa bem grande “POBRE NÃO ENTRA”. Isto se não for mais uma promessa da Maria Baralho!
    Tantas outras prioridade, dinheiro que deveria ser empregado em área de risco de nossa cidade, nas encosta em lugar onde a população sofre mais com deslizamentos, avalanches ect,ect,ect….