Apagão no início acaba com sonho do Maranhão

maranhaobasquete“Parece que o nosso time é um monte de jogadoras que foram reunidas e entraram no avião para vir jogar aqui”. A explicação  foi do manager do Maranhão Basquete, Antonio Carlos Barbosa ao tentar analisar o vexame do time maranhense no primeiro período do jogo decisivo contra Americana.

Foi assim durante toda a Liga de Basquete Feminino 2013. O Maranhão Basquete mais uma vez foi uma equipe dominada por erros básicos, falta de padrão de jogo e que levaram à desclassificação na semifinal diante de Américana por 76 a 59.

O time paulista liquidou o jogo logo no primeiro período. Com uma defesa forte e errando menos no ataque, Americana chegou a abrir 16 a 0 no placar até fechá-lo em 25 a 7. “Foi ridículo. Vinte pontos é demais”, disse Iziane.

A partir do segundo período, o MB diminui os erros e equilibrou o jogo em 15 a 15, mas com a vantagem do primeiro período,  Americana seguiu na frente com 40 a 22. No terceiro período, Americana venceu por 4 pontos (23 a 19), com o placar a seu favor de 63 a 41, o time de SP seguiu com tranquilidade para garantir vaga na decisão fechando o jogo em 76 a 59.

Mesmo com a derrota, o Maranhão Basquete terminou na 3ª colocação na LBF. No ano passado, o time maranhense terminou na 6ª colocação. Para 2014, três aspectos deverão ser observados: primeiro a manutenção da equipe em atividade o ano inteiro, a definição no comando técnico: Betinho, Barbosa ou outro treinador e por fim a permanência ou não de Iziane.

Decisão

A decisão da Liga de Basquete Feminino terá Americana-SP e Sport-PE. O time pernambucano venceu o São José 73 e 63 para chegar à final. O playoff decisivo terá a primeira partida no próximo sábado, em SP, às 13h. Os outros dois jogos serão realizados em Recife.

Novidades

Para LBF do próximo ano, a novidade deverá ser um time da Paraíba que já manifestou interesse de montar uma equipe forte. Além disso, já é dado como certo o retorno de Catanduva-SP.

13 comentários para "Apagão no início acaba com sonho do Maranhão"

  • Paulo

    Parabéns para as meninas do MARANHÃO BASQUETE… não é fácil montar uma equipe campeã em tão pouco tempo!!!
    O 3º lugar deve ser comemorado e muito por essa equipe!!!

    • José Carlos Lobato Oliveira MAQUEANO

      Dinheiro público jogado fora novamentee e esse time nã oexistirá daqui a uns 2…3 anos.

  • Alex

    Olha Zeca, o apagão não é de agora.
    O que falta ao Maranhão Basquete é ORGANIZAÇÃO, PROJETO e PROFISSIONALISMO.

    Nos bastidores, o Maranhão Basquete é pura desorganização. Muita gente dando pitaco, conflito de interesses.
    FALTA DE FOCOOOO!

    Quanto as meninas: todo dia uma festa, uma visita ao sítio de alguém, visita a casa do sarney na ilha de curupu…com exceção de Damires (baita de uma profissional) e de outras poucas algumas meninas.

    O maior cacanático, só pra constar, não era nenhum daqueles que faziam papagaiadas na arquibancada. O maior cacanático é um DEPUTADO ESTADUAL, que inclusive promoveu um churrasco em homenagem a moça. (Num desses jogos do playoff até vi ele do teu lado conversando..acho que tu vai lembrar rsrs).

    A coisa nos bastidores era muito desmantelada…Iziane, chegou por algumas vezes a entregar o material de treino porque o seu salário, além de atrasado, estava sendo pago com valores inferiores ao negociado.

    Na comissão técnica, com mais membros do que o número de jogadores, é um furando o olho do outro.
    Aliás, eu nunca vi uma comissão técnica formada com mais membros do que o número de jogadores. O banco de reservado do maranhão era em fila dupla.

    O fisioteraputa encabeçou o corro pra sacar o betinho e trazer um treinador de fora. Isso só não aconteceu pq não há no maranhão outro time filiado e 100% regularizado como o betosport.

    Betinho, por sua vez, passou a temporada todinha sem foco pq os uniformes da equipe não foram confeccionados na sua malharia…quem dava os treinos era o Paulinho, auxiliar técnico.

    Barbosa, assisti algusn treinos e ouvi ele falando, reclamava da falta de foco e da interferência de gente que não entende de nada do esporte.
    A coisa aqui no Maranhão é muito complicada…todo mundo se mete..

    Enquanto isso, o sport mostra profissionalismo e já renovou o contrato de todas as jogadoras até o final do ano. Estão também com um belo projeto de base.

    Com falta de organização e profissionalismo não dá.

  • thalisson

    zeca a mirante am ta anunciando mac e bahia para 19 e 30 mais ojogo foi para 21 e 50 confirme

  • Cláudio Boliviano

    BESTA!!!!!

  • Verdade solene.

    Infelizmente já tinha cantado esta pedra. No jogo aqui em Sâo Luís ficou claro que não daria para se classificar para a final. Isso podia ser visto desde o primeiro quarto. O pior de tudo é que o Maranhão basquete pode desaparecer ano que vem, pois nos falta profissionalismo. Estamos longe, muito longe. O mesmo ocorre no futebol e nos demais esportes. O Maranhão é um estado miserável e como tal, sem investimento da iniciativa privada, esporte aqui é amadorismo puro. Portanto, já foi muito. Adeus basquete. Ano que vem, sem o dinheiro do Eike Batista, já era.
    Parabéns ao Sport-PE, agora único representante do nordeste. O Maranhão basquete deixará de existir. A Paraíba vem aí com sua equipe e substituirá o nosso. Perdemos, mais uma vez, a chance de nos mantermos em algo especial no país.

    • Zeca Soares

      Mas a terceira colocação é digna também. Acho que você está sendo pessimista demais.

  • flávio

    isso já era de se esperar. concordo com o alex em vários aspectos.
    e ainda ficam falando que as maranhenses estao de parabens. maranhenses? o time é 90% de fora e vem dizer em talento maranhense. poupe-me. so se sabe uma coisa, é todo mundo querendo comer todo mundo. inveja e querendo um derrubar o outro. e paulo, é facil sim ate demais montar um time. basta dinheiro e cacife. tu vens dizer que o time foi montado visando algo mais para frente? mentira, pura bobagem. se fosse visando algo no futuro investiam em meninas de base e etc. como mencionado pelo alex. muita propaganda, muito salto alto, muita politica, muita aparição e pouco basquete. outra, quando alguem nao faz seu trabalho direito porque o material nao foi confeccionado na sua empresa ja começa o erro. que profissional é esse que se deixa levar pela emoção? onde esta a maturidade e profissionalismo dessa pessoa? pensamento mediocre e pequeno de quem age assim. isto é, se for verdade essa informação. por que o que temos visto é muita omissão, mentiras e traições. além de um monte de puxa-saco. e a não valorização das meninas maranhenses que jogam e são daqui.

  • flávio

    zeca eu enviei um comentario e vc nao postou porque? vc posta uns e nao outros.

    • Zeca Soares

      Todos os comentários que chegaram à caixa do blog foram moderados e publicados, sem excessão.

  • fernando 81

    Falta de foco, de profissionalismo, muita gente dando pitaco, banco mal utilizado, pedidos de tempo utilizados mal e porcamente, falta de treinador, um amador e um falastrão somando resultou em falta de comando. E esse Barbosa é um ultrapassado, muito nome, muita zuada mas não é essas coca-cola toda não.

    Iziane é máscara em pessoa…acabou, não será mais nunca aquela jogadora de antes…envelheceu…comete erros grotescos de fundamento…IZIANE sua arrogância sempre foi escorada pelo seu basquete em quadra, agora que esse acabou, você deve e terá que ser uma pessoa melhor, e ficar pianinho.

    FESTAS E FARRA
    Não era difícil ver as atletas do MAbasquete na Litorânea tomando todas..

    Técnico de Verdade é aquele São José que pegou várias adolescentes e montou um time que por pouco não ganhou do Sport no sábado, time bem montado, eficiente, profissional e SÉRIO.

    ESPERO QUE MA BASQUETE NÃO ACABE. MAS É PRECISO CORTAR O CORDÃO UMBILICAL DO BETINHO, DA COMISSÃO E DA IZIANE…
    NÃO TEM ESSA HISTÓRIA DE AMOR A MINHA TERRA,…IZIANE GANHA BEM E MUITO BEM…TUDO PELO DINHEIRO, SEM DINHEIRO NADA FEITO.

  • Verdade solene

    Boa tarde Zeca Soares.
    Não amigo, não estou sendo pessimista. Acho que a terceira colocação é digna sim, mas é um valor ponderado se levado em consideração que não havia mais que 9 equipes disputando o torneio. Venhamos e convenhamos é muito pouco para uma liga nacional. Ademais, Zeca, o basquete feminino do país está em baixa. Não fosse isso verdade sequer existiria vaga em uma primeira divisão para uma equipe nordestina modesta como, de fato, ocorre com o voleibol. Neta modalidade os salários são bem mais elevados, sem deixar de mencionar que o volei nacional é hoje uma referência mundial que atrai jogadores de vários países – jogadores de ponta. O mesmo não se dá com o basquete, sobretudo o feminino. Logo, o Maranhão basquete só vingou como um tapa-buraco em meio a uma confederação bagunçada politicamente. Lembremo-nos que até uma eleição para Presidente da entidade foi realizada aqui em São Luís para evitar a derrocada da situação. De lá para cá o basquete nacional sucumbiu, mesmo com a criação de uma liga independente encabeçada pelo Mão Santa Oscar. Portanto, sei bem o que estou dizendo Zeca porque acompanho o esporte. O Maranhão basquete poderá deixar de existir e só nasceu com a motivação dada por Fernando Sarney e com o dinheiro de Eike Batista. Estou mentindo por acaso? Você sabe que é a mais pura verdade. Bom, se ainda houver motivação, face aos inúmeros casos aqui bem citados pelos irmãos bloguistas dando conta das “aventuras” nada esportivas de certas atletas, talvez ainda tenhamos um time para torcer ano que vem. Mas até quando?

    • Zeca Soares

      Mas nada é eterno no esporte amador não. Tudo acaba.