Grupo Mateus faz esclarecimentos

O grupo Mateus encaminhou nota de esclarecimento em relação à matéria públicada no Blog de Zeca Soares sobre o arrombamento da residência do blogueiro Luís Cardoso e  que geraram várias especulações envolvendo o nome do empresário Ilson Mateus.

Nota de esclarecimento

O Grupo Mateus, em respeito aos seus clientes, colaboradores, fornecedores, órgãos de controle do Estado e sociedade em geral, esclarece o seguinte:

I – Fundado em 1986, com capital 100% nacional, o Grupo Mateus mantem suas operações nos Estados do Maranhão, Piauí, Pará e Tocantins com 47 empreendimentos que envolvem unidades de atacado, varejo, atacarejo, indústria de panificação, revenda de eletrodomésticos e distribuição de produtos farmacêuticos;

II – Nestes anos, o Grupo Mateus cresceu de forma planejada, sempre preocupado em cumprir rigorosamente seus compromissos legais, contratuais e sociais, obtendo financiamentos de instituições financeiras oficiais e privadas, com destaque para os seguintes negócios: Banco do Brasil, responsável pelo financiamento da maior parte dos equipamentos do Grupo, no valor de R$ 51 milhões; Banco do Nordeste, no valor de R$ 90 milhões; Banco da Amazônia, no valor de R$ 4 milhões; HSBC, no valor de R$ 8 milhões e Banco Bradesco, instituição financeira que está disponibilizando ao Grupo Mateus, um crédito de R$ 200 milhões em investimentos. Parte expressiva destes financiamentos já se encontra quitada;

III- Além de instituições financeiras, o Grupo Mateus mantem parcerias, dentre outras, com as seguintes empresas: a) Vigaforte Empreendimentos e Participações LTDA, responsável pelo arrendamento das 3 lojas em Marabá, no valor de R$ 94 milhões; b) Parmênio Empreendimentos Imobiliários LTDA, responsável pelo arrendamento de três lojas – Cohatrac, Turú e Pátio Norte Shopping, no valor de R$ 50 milhões; e c) Maranhão Incorporadora e Empreendimentos LTDA, responsável pelo arrendamento de uma loja – Maiobão, no valor  de R$ 20 milhões;

IV- O Grupo Mateus, assim como fazem quaisquer outras empresas, utiliza os benefícios fiscais concedidos por Governos Estaduais. Estes incentivos são legais e destinados a promover o crescimento de determinadas atividades econômicas, como por exemplo, atacado, varejo e indústrias;

V- O Grupo Mateus, entre as empresas genuinamente maranhenses, encontra- se em 1º lugar em arrecadação de ICMS no Estado do Maranhão; na classificação geral se encontra em 9º lugar, com recolhimento em torno de R$ 144 milhões/ano;

VI – O Grupo Mateus é responsável por mais de 13 mil empregos diretos que gera uma folha de pagamento de R$ 278 milhões/ano;

VII – Transformado em Sociedade Anônima de capital fechado, o Grupo Mateus vem há dois anos se preparando para abrir o seu capital e para que este objetivo seja alcançado, a empresa será submetida a órgãos reguladores, conforme legislação especifica;

VIII – Em face de acusações levianas e infundadas divulgadas em determinados órgãos de imprensa, o Presidente do Grupo Mateus, Sr. Ilson Mateus Rodrigues, acionará na Justiça, civil e criminalmente, todos os que fizeram ou repercutiram tais noticias sem assegurar o direito do contraditório, promovendo assim, a defesa da sua honra, do seu nome e do Grupo Mateus;

IX – O Grupo Mateus reitera sua confiança na imprensa responsável e na lei, bem assim o seu compromisso histórico com os seus clientes, colaboradores, fornecedores e com a sociedade de um modo geral.

Atenciosamente,

Ilson Mateus Rodrigues
Presidente do Grupo Mateus

4 comentários para "Grupo Mateus faz esclarecimentos"

  • Fátima Costa

    Sr. Zeca Soares,

    Acompanho o seu trabalho e sou a sua admiradora. Quero destacar a sua postura em relação a este caso envolvendo o Grupo Mateus e o seu cuidado ao dar espaço para publicar o esclarecimento do empresário Ilson Mateus. Parabéns pelo seu trabalho e continue sempre asim este jornalista isento e verdadeiro.

    Bom dia…

    • Zeca Soares

      Muita bondade da sua parte, Fátima. Agradeço as suas palavras carinhosas e espero continuar sendo merecedor da sua confiança. Muito obrigado.

  • Cellyno Gigglio

    A gente chega até a creditar nas acusações se tivermos como base a orientação dada aos ‘seguranças’ dos seus supermercados e dos operadores de caixa que agora deram para constranger os clientes fazendo testes anti-notas falsas indiscretamente.

  • Macabeu

    Zeca,
    Eu já dei meu ponto de vista a respeito deste caso, agora se não publicas é outro quinhentos, isto está bem claro. Alguém que comer, quem tem comer não quer dar para quem tem fome. Só isso!