Prevenção contra calamidades

reuniao

A Prefeitura de São Luís começou a discutir ações para elaborar o plano de redução de riscos relacionados a desastres naturais.

Segundo a Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até 2011, apenas 6,2% das 5.565 cidades brasileiras tinham plano de redução de riscos relacionados a desastres naturais, outros 10% informaram estar elaborando esses planos.

Uma reunião com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, secretários e o comandante do 24? Batalhão de Caçadores, Heber Costa, discutiu a proposta de criação de um plano preventivo contra calamidades e de ações no caso de catástrofes.  O objetivo é garantir segurança às populações que vivem em áreas suscetíveis a ocorrências de desastres naturais provocados por chuvas intensas, além de preservar o meio ambiente.

O próximo encontro do grupo será no dia 1º de março e cada secretaria deverá apresentar propostas para a formação do plano. As ações são direcionadas a áreas de risco que já foram mapeadas pela Defesa Civil.

Segundo a secretária da Criança e da Assistência Social (Semcas), Débora Baesse, há resistência dos moradores em deixar essas áreas. “No caso de risco de morte, buscamos uma ação emergencial via aluguel social, mas o ideal é que as pessoas se inscrevam no programa Minha Casa, Minha Vida, onde elas têm uma linha de prioridade”, explica.

Também presentes na reunião, os secretários José Silveira (Semosp) e Felipe Camarão (Semhur) informaram que os técnicos das duas secretarias vão realizar visitas nas áreas de risco para elaborar um levantamento. “Vamos a campo para atuarmos da melhor forma na definição de metas para o plano de prevenção”, disse Silveira.

Os secretários Rodrigo Marques (Governo), Marcio Jerry (Comunicação) e Breno Galdino (Segurança com Cidadania) também participaram da reunião.

Uma resposta para "Prevenção contra calamidades"

  • Antonio Carlos

    Boa medida para evitar futuras tragédias em função das chuvas que estão chegando em todo o Maranhão prá valer.