Erradicação do analfabetismo

pedrofernandes

O secretário de Estado da Educação, Pedro Fernandes, se reuniu, nesta quarta-feira (6), com o reitor da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), Natalino Salgado. Eles discutiram a parceria entre as duas instituições no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa.

No encontro, do qual participaram técnicos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e da Universidade, foi definida a competência de cada uma das instituições e o lançamento do Pacto no Estado no dia 18, no auditório Pedro Neiva de Santana, em São Luís.

Pedro Fernandes falou do trabalho da Seduc no sentido de mudar os índices educacionais do Maranhão e o reitor destacou a importância da parceria na erradicação do analfabetismo no Maranhão.

O Pacto Nacional é um compromisso formal assumido pelos governos Federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios para assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

Uma das principais ações do Pacto é a formação continuada, presencial, para todos os professores alfabetizadores do 1º, 2º e 3 anos e também das classes multisseriadas.

Até o momento, já aderiram ao pacto e vão realizar a formação dos alfabetizadores os pólos de Imperatriz, São Luís, Pinheiro, Caxias, Presidente Dutra e Bacabal, totalizando 22.571 alfabetizadores. A formação terá início no próximo dia 18 deste mês.

Após a apresentação do Pacto Nacional, representantes da coordenação do pacto pela UFMA, Conceição de Maria Moura Nascimento Ramos e Dourivan Camara, destacaram as dificuldades na operacionalização do Pacto nos Pólos.  “Estamos enfrentando algumas dificuldades na logística e acreditamos que a parceria com a Seduc, vai dinamizar a logística”, ressaltou Conceição Moura.

A supervisora de Programas Especiais da Seduc, Ana Karolina Salomão, informou que a Seduc está providenciando salas nos polos para a realização da formação bem como está trabalhando na logística nessas localidades.

Na reunião, o secretário Pedro Fernandes apresentou soluções para a distribuição dos materiais para a formação nos pólos e garantiu instalações para a realização das formações. “Temos que unir forças para alfabetizar as nossas crianças”, enfatizou.

A coordenação institucional do pacto no Maranhão é composta por representantes do MEC, Seduc, União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) no Maranhão, IES Formadora, União dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME) e Conselho Estadual de Educação.

Seja o primeiro à comentar em "Erradicação do analfabetismo"