Bethânia quer seis mil no Castelinho

bethaniaO Maranhão Basquete inicia, neste domingo (27), sua caminhada na Liga de Basquete Feminino (LBF). O primeiro desafio do time maranhense será diante do Sport-PE, uma das equipes mais fortes desta edição da LBF. Por esse motivo, o apoio do torcedor será fundamental para que o MB estreie com uma vitória na competição nacional. Para a armadora Bethânia, que chegou ao Maranhão Basquete nesta temporada, é importante que o Ginásio Castelinho, palco do duelo contra o Sport-PE, esteja com sua capacitação máxima: 6 mil torcedores.

“Eu, particularmente, gosto de ginásio cheio. Vamos jogar na nossa casa e com tudo a nosso favor. Pior é jogar contra. Vamos jogar com muita alegria. Para o basquete, isso é excelente. Nenhuma jogadora gosta de entrar em quadra e ver o ginásio vazio. Tem lugar em outros times que você vê meia dúzia de pessoas e, aqui, vamos ter um público grande. São Luis está de parabéns”, destacou a armadora.

Na última edição da LBF, Bethânia esteve muito perto de liderar a equipe de Ourinhos-SP ao título. A equipe paulista ficou com o vice-campeonato em 2012, enquanto a armadora foi a terceira principal jogadora em número de assistências, tendo uma média de 4,6 assistências por jogo. E se não bastasse a qualidade individual, a atleta do MB é só elogios para o entrosamento da equipe dentro de quadra.

Em apenas três semanas de treinos, Bethânia avalia que o MB está em uma crescente. Por isso, para o jogo contra o Sport-PE, o time maranhense estará bem para jogar de igual para igual.

“A gente está um pouco ansiosa para estrear dentro de casa. Acho que o pessoal de São Luís vai encher o ginásio para ajudar a gente. A equipe está numa crescente e já vai pegar uma das favoritas ao título logo de cara, mas nossa equipe está bem para jogar essa partida no domingo”, destacou.

E a armadora do MB completou: “o Sport, a gente respeita o lado de lá, mas nossa equipe é forte apesar de a gente estar pouco tempo treinando junto. Eu e mais algumas atletas jogávamos na mesma equipe. Então, a gente tem entrosamento. A gente conhece a Iziane, algumas por seleção, a Kelly também. O grupo é um grupo legal, o tempo todo querendo vencer. Joga sempre para vencer e não gosta de perder. Vamos lutar o tempo todo”, finalizou Bethânia.

Maranhão Basquete e Sport-PE entram em quadra no domingo (27) às 9h. A partida será realizada no Ginásio Castelinho, em São Luís.

Seja o primeiro à comentar em "Bethânia quer seis mil no Castelinho"